PUBLICIDADE
Topo

A filosofia já chegou na quebrada? Um papo com o youtuber Audino Vilão

Audino Vilão - arquivo pessoal
Audino Vilão Imagem: arquivo pessoal
Andreza Delgado

Andreza Delgado, baiana da terra do cacau, é uma das criadoras da Perifacon, a Comic Con da favela. Tem um canal no YouTube para resenhar séries, HQ's, filmes e livros e o game perifa, mas quando dá tempo tuíta pelos cotovelos.

do UOL

Colunista do UOL

14/07/2020 12h00

Você já deve ter visto por aí as imagens da página Funkeiros Cults, que brinca com a estética dos bailes funk e grandes pensadores e livros famosos da literatura brasileira. Mas com tanto conteúdo divertido e educativo, um youtuber chamou atenção!

Ele é Audino Vilão!

Pesado

Uma publicação compartilhada por Funkeiros Cults Oficial (@funkeiroscults) em

De maneira original, Audino usa todo seu carisma, dialeto e gírias para tornar acessível conceitos temas como o "mito da caverna", a teoria do super-homem de Nietzsche, e renomados pensadores como o filósofo do sec. XVII, Spinoza, e o grego Aristóteles. Um jeito inovador de disputar o conhecimento trazendo para realidade das pessoas, com exemplos do cotidiano.

Não existe corres eternos nem paradas absolutas certo

Uma publicação compartilhada por Audino vilão (@audinovilao) em

Audino, que na verdade se chama Marcelo, conta que o apelido Audino vem do personagem, de mesmo nome, do desenho animado Pokémon, da 5ª geração. Ele começou fazendo conteúdo sobre vídeos de jogos, de início apenas para os amigos.

Meu herói, e é serio @marcelu_marques

Uma publicação compartilhada por Funkeiros Cults Oficial (@funkeiroscults) em

Em um de seus vídeos, que já conta com mais de 181 mil visualizações, Audino faz o filósofo alemão que é conhecido pelo seu niilismo ganhar uma nova forma de ser explicado.

Em "Nietzsche, o famoso roba brisa", Marcelo usa uma gíria empregada para se referir a quem costuma ter um papo que, reflexivo, estraga o momento.

Audino está cursando o quarto semestre de História. Nascido e criado em Paulínia, interior de São Paulo, o rapaz de 18 anos começou a gostar da matéria por causa de dinossauros. Ele brinca que era fissurado na temporada de "Power Ranger Dino Trovão". Assim ele explicou por que, apesar de cursar história, ele gosta tanto do conteúdo de filosofia.

Tanto a história como a sociologia está chegando na quebrada por causa do RAP, na minha visão. Desde racionais MCs trás muito do contexto histórico e de sociologia. Só que a filosofia não, a filosofia ficou um bagulho bem elitista né? Nunca conversou com a periferia, com o povão

Ao fim de nossa conversa, Audino contou que não esperava por toda essa repercussão, mas está tentando se acostumar. Seus filósofos favoritos são Rene Descartes e Aristóteles.

Audino, que quer se tornar professor, explicou um pouco sua relação com a escola.

Eu sempre estudei em escola pública, a escola sempre foi um lugar visto como referência, mas aquelas referência negativa

Vale lembrar que desde a reforma do Ensino Médio no Governo Temer, as matérias de filosofia e Sociologia voltaram a ser optativas.

Entretenimento