Topo

Lacombe e Poppovic batem boca por caso de menina morta no Rio

do UOL

Do UOL, em São Paulo

23/09/2019 19h09

Ernesto Lacombe e Silvia Poppovic bateram boca enquanto discutiam os desdobramentos do caso da menina Ághata Vitória, de 8 anos, que estava dentro de uma kombi e morreu ao ser atingida por dois tiros no Complexo do Alemão, zona norte do Rio, na última sexta-feira.

"Terrível essa história, terrível essa política de segurança que não pensa em resguardar a vida da população e sai atirando assim. É isso que acontece. É triste mesmo, é lamentável", disse Silvia. (Assista a partir do trecho 1min45seg)

"Eu acho ainda um pouco precipitado dizer o que aconteceu. Ainda será feito uma perícia. Eu vejo as pessoas se voltando contra o trabalho da polícia. Eu lembro que, nos anos 80, Leonel Brizola, então governador do Rio, proibiu a polícia se subir nas comunidades. A polícia tem que tomar todo o cuidado para atuar a vida de inocentes, mas a polícia não pode deixar de atuar nessas áreas. Os traficantes estão nessas comunidades exatamente porque ali eles estão protegidos por pessoas inocentes. Então é muito complicado acusar sempre a polícia", afirmou Lacombe.

Visivelmente incomodada com as palavras do colega, Poppovic rebateu. "Eu não estou acusando a polícia do Rio de Janeiro, eu estou acusando a política de segurança pública do estado, que permite a política a atirar na cabecinha, como disse o Governador. Quando existe uma política agressiva, de matar quem está na frente, acontece esse tipo de desgraça."

Em seguida, Lacombe interrompeu a apresentadora. "A gente não sabe realmente se foi a polícia. A gente sabe que os traficantes se protegem. Como acontece na Palestina. Os palestinos se protegem colocando na linha de frente mulheres e crianças", disse ele.

Aparentemente irritada, Poppovic questionou. "Você acha que foi isso que aconteceu?". Lacombe então respondeu. "Eu não sei, quero esperar. Eu não sou perito. Eu quero aguardar", afirmou.

Silvia Poppovic não acredita no que ouve. "Essa história, para quem é carioca... Me admira muito, Lacombe, você não estar emocionado com essa história", alfinetou ela.

Mais Entretenimento