Topo

Tatá Werneck trocava áudios com Fernanda Young; "Desabafando neuroses"

Série "Shippados" estreou no dia 7 de junho no Globoplay - Divulgação/TV Globo
Série "Shippados" estreou no dia 7 de junho no Globoplay Imagem: Divulgação/TV Globo
do UOL

Carolina Farias

Do UOL, no Rio

25/08/2019 13h23

Tatá Werneck interpreta a personagem feminina Rita da série Shippados, com roteiro de Fernanda Young e Alexandre Machado, que estreou em junho no GloboPlay. A série marcou o retorno da autora para as séries com temática de casais como fez em Os Normais, uma das mais marcantes séries de comédia da TV.

A atriz, que está grávida de sete meses, fez um post emocionado sobre sua relação com Fernanda, de quem disse ser muito fã.

"Fernanda me disse que as coisas absurdas que Rita vivia eram inspiradas em algumas das suas questões pessoais reais. E assim nos aproximamos. Estávamos trocando conversas e áudios. Desabafando neuroses. Rindo de medos. E ela dizia que estava muito feliz. Parecia viver uma vida em mil. Tinha opinião sobre tudo. Tinha comentários engraçados sobre tudo. Sabia rir de si. Sabia fazer rir. Sabia da sua responsabilidade enquanto artista", escreveu Tatá.

Conheci Fernanda sendo sua fã. "Os normais" virou uma enciclopédia de comédia, atuação, entretenimento, diálogos inteligentes...genialidade. Quando fui chamada para fazer Shippados, com texto de Fernanda Young e Alexandre Machado entrei em êxtase. Encantada com um olhar observador crítico, engraçado, comprometido e ordinário. Que capacidade imensa de captar o comum e transformar em arte. Então Fernanda me disse que as coisas absurdas que Rita (personagem de Shippados) vivia, eram inspiradas em algumas das suas questões pessoais reais. E assim nos aproximamos. Estávamos trocando conversas e áudios. Desabafando neuroses. Rindo de medos. E ela dizia que estava muito feliz. Parecia viver uma vida em mil. Tinha opinião sobre tudo. Tinha comentários engraçados sobre tudo. Sabia rir de si. Sabia fazer rir. Sabia da sua responsabilidade enquanto artista. Acho que ela sabia. Por isso foi tão entregue a tudo. Quando as pessoas têm muita vida é pq não deixaram nada da vida pra trás. Que bom. Em 49 anos vc fez coisa demais. E como vc mesma disse num texto há pouco tempo: sua jornada está longe de terminar. E ela continuará. Tuas palavras estão fortes. Sua imagem. Sua autenticidade. Sua potência. Deixo meu carinho inutil perto dessa dor pro querido Alexandre Machado e pros seus filhos e filhas tão doces que conheci. Querida Fernanda. Puta que pariu! Obrigada. Deus abençoe tudo

Uma publicação compartilhada por Tata Werneck (@tatawerneck) em

Escritora, atriz, roteirista e apresentadora de TV Fernanda Young morreu hoje aos 49 anos. Ela estava no sítio da família, no município de Gonçalves, em Minas Gerais. Ela deixa o marido, Alexandre Machado, e quatro filhos. A causa da morte foi uma parada respiratória após um ataque de asma. Fernanda apresentou os sintomas no começo da madrugada e foi transportada durante a crise de asma até o hospital da cidade de Paraisópolis (MG) em uma ambulância simples, sem paramédicos, segundo o UOL apurou.

Mais Entretenimento