Topo

Luisa Mell fala da Amazônia e cobra Bolsonaro: "Aja como um presidente"

Luisa Mell cobrou o presidente Jair Bolsonaro - Reprodução/Instagram
Luisa Mell cobrou o presidente Jair Bolsonaro Imagem: Reprodução/Instagram
do UOL

Colaboração para o UOL

23/08/2019 14h07

Hoje, Luisa Mell voltou novamente sua atenção à causa da Amazônia. Desde que começaram os relatos sobre as queimadas na região, a ativista tem usado as redes sociais como um meio de divulgar sua mensagem e alertar a população.

Desta vez, Luisa fez um discurso político e cobrou atitudes do presidente Jair Bolsonaro e a demissão do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. Ela pediu que todos se unam nas manifestações que vão ocorrer ao redor do país.

"Hoje é dia do Brasil ir às ruas defender nosso maior patrimônio, nossa Amazônia, é muito importante que toda a população compareça - independente do seu partido. É importante que a gente saiba o que está pleiteando. Hoje, nas ruas, nós queremos que o senhor presidente Jair Bolsonaro aja como um presidente, um chefe de estado, como nosso líder. Tome a frente do que está acontecendo, vá até a região imediatamente, demita esse anti-ministro Ricardo Salles, que nunca foi ministro do Meio Ambiente. Este homem é aliado aos ruralistas das mineradoras e age o tempo todo contra o meio ambiente. O Brasil precisa imediatamente de um ministro do Meio Ambiente", disse Luisa em uma série de stories no Instagram.

Além de fazer as declarações, ela publicou seus vídeos dos stories no feed junto a mais um texto, que sintetiza o que já havia dito e complementa alguns pontos.

"(...) Exigimos um verdadeiro ambientalista para a pasta que o senhor disse não considerar importante (aos esquecidos, ele anunciou que iria acabar com a pasta, voltou atrás depois da enorme repercussão internacional). Senhor Presidente pare imediatamente com suas acusações levianas. Coloque a Polícia Federal, a ABINC, o serviço de inteligência do país para investigar quem são os responsáveis por este crime contra a humanidade. Pare de dar declarações idiotas e sem responsabilidade! O senhor é o Presidente da República! Suas declarações podem nos levar a uma guerra. Aja como um Estadista, peça ajuda Internacional! Assuma, que ao contrário do que o senhor anunciou no começo do mês, quando afirmou que não precisava de dinheiro internacional para ajudar a Amazônia... assuma que precisamos sim, de muita ajuda!", escreveu.

Luisa disse que Bolsonaro poderia pedir ajuda aos Estados Unidos neste momento crítico. "Exigimos que o senhor para de brigar com o mundo, vai acabar causando uma guerra. Nós queremos, sim e precisamos, sim, de ajuda internacional", disse ela nos Stories.

"Peça para seu 'amigo' Donald Trump ajuda imediata! Respeite as ONGs! Se realmente existir algumas criminosas como o senhor alega...Investigue, comprove e puna! Não tente degradar o trabalho de milhões de pessoas que dedicam suas vidas a um trabalho para transformar o mundo em um lugar melhor! Respeite a Ciência! Entendeu que demitir o diretor do Inpe, porque o senhor não concordava com os dados do desmatamento não adianta?!? Não são os números, nem a maneira de medir que tem que mudar! É o desmatamento que tem que ser combatido", completou ela.

"Respeite o povo brasileiro! Respeite o planeta Terra! Nossa mãe natureza grita por socorro! Hoje vamos às ruas por ela! E lembrem-se tirem a Amazônia do prato! Parem ou pelo menos reduzam o consumo de carne", disse Luisa. Ao finalizar, a ativista lembrou que "a Amazônia não é só do Brasil, é um patrimônio da humanidade".

Hj é dia de todo povo brasileiro se unir e ir as ruas para defender nossa maior riqueza: a Floresta Amazônica. Presidente Jair Bolsonaro, aja como um chefe de Estado. Tome a frente da batalha! Vá até o local. Demita imediatamente o ministro Ricardo Salles, que nunca defendeu o meio ambiente, muito pelo contrário! É grande aliado de madeireiros, mineradoras e fazendeiros. Exigimos um verdadeiro Ambientalista para a pasta que o senhor disse n considerar importante ( aos esquecidos, ele anunciou que iria acabar com a pasta, voltou atrás depois da enorme repercussão internacional). Senhor Presidente pare imediatamente com suas acusações levianas. Coloque a Polícia Federal, a Abinc, o serviço de inteligência do país para investigar quem são os responsáveis por este crime contra a humanidade. Pare de dar declarações idiotas e sem responsabilidade! O senhor é o Presidente da República! Suas declarações podem nos levar a uma Guerra. Aja como um Estadista, peça ajuda Internacional! Assuma, que ao contrário do que o senhor anunciou no começo do mês, qd afirmou q não precisava de dinheiro internacional para ajudar a Amazônia... assuma que precisamos sim, de muita ajuda! Peça para seu "amigo" Donald Trump ajuda imediata! Respeite as ongs! Se realmente existir algumas criminosas como o senhor alega...Investigue, comprove e puna! Não tente degradar o trabalho de milhões de pessoas que dedicam suas vidas a um trabalho para transformar o mundo em um lugar melhor! Respeite a Ciência! Entendeu que demitir o Diretor do Inpe, pq o senhor n concordava c os dados do desmatamento não adianta?!? N são os números , nem a maneira de medir que tem q mudar! É o desmatamento que tem q ser combatido. Respeite o povo brasileiro! Respeite o planeta Terra! Nossa mãe natureza grita por socorro! Hj vms a@s ruas por ela! E lembrem-se Tirem a Amazônia do prato! Parem ou pelo menos reduzam o consumo de carne #foraSalles #foraricardosalles #vmsprarua #savetheamazon #setembrosemcarne #somosaresistencia

Uma publicação compartilhada por Luisa mell (@luisamell) em

Mais Entretenimento