Topo

IDC reduz expectativa de queda de vendas de smartphones no Brasil em 2019

20/09/2019 13h42

Por Peter Frontini

SÃO PAULO (Reuters) - As vendas de smartphones no mercado brasileiro devem recuar 1,3% em 2019, para 45 milhões de aparelhos, menos que a previsão anterior de recuo de 2,4%, informou nesta sexta-feira a empresa de pesquisa de mercado IDC Brasil.

A melhora na projeção ocorreu após os números de venda de aparelhos celulares no segundo trimestre do ano terem superado as previsões da empresa.

No segundo trimestre, as vendas de smartphones aumentaram 6,2% na comparação anual, com 12,1 milhões de unidades vendidas, ante previsão da IDC Brasil de queda de 6% no periodo. Para o terceiro trimestre, que se encerra no final deste mês, a companhia espera queda de 1% nas vendas sobre um ano antes.

Segundo o analista da área de celulares da IDC Brasil, Renato Meireles, as fabricantes deverão ofertar smartphones com preços mais baixos no terceiro trimestre, depois de uma alta de 8,9% no preço médio dos três meses anteriores. O varejo deve fazer promoções para estimular o consumo e baixar os estoques, segundo a empresa.

A IDC Brasil ainda apontou uma alta de 34% no segundo trimestre das vendas dos chamados 'feature phones', celulares mais simples e de baixo custo, indo a 852 mil unidades vendidas. A previsão de vendas para 2019 destes aparelhos é de aumento de 26,1% em relação a 2018, para 3,2 milhões de unidades, contra alta de 0,4% na previsão anterior.

Mais Notícias