PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro revê torcida e estreia no Mineiro com memória da queda ainda viva

Ainda sem fazer totalmente as pazes com a torcida, Cruzeiro volta ao Mineirão para seu primeiro jogo de 2020 - Alessandra Torres/AGIF
Ainda sem fazer totalmente as pazes com a torcida, Cruzeiro volta ao Mineirão para seu primeiro jogo de 2020 Imagem: Alessandra Torres/AGIF
do UOL

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

22/01/2020 04h00

Às 21h30 (de Brasília) de hoje (22), um Cruzeiro quase que reformulado por completo volta ao Mineirão para fazer sua estreia no Campeonato Mineiro de 2020. O adversário será o Boa Esporte —45 dias após o time deixar o estádio rebaixado pela primeira vez no Brasileirão. Agora, ainda com essa lembrança fresca na mente dos jogadores e torcida, uma nova equipe tenta dar o primeiro passo em uma temporada que já começou turbulenta, mas que precisa terminar bem para que o clube tenha sucesso na reestruturação que tanto procura, dada a gravidade de sua situação financeira.

Apenas cinco atletas que jogaram a derradeira partida contra o Palmeiras, que decretou a queda celeste, estarão na estreia do time pelo estadual. Além do goleiro Fábio e dos zagueiros Léo e Cacá, que jogaram os 90 minutos, o lateral Weverton e o meio-campista Maurício também entraram no decorrer da partida. No banco de reservas, Adilson Batista já contava com os jovens Adriano e Rafael Santos. Eles não jogaram naquela ocasião, mas devem ser aproveitados com bem mais frequência em 2020, inclusive como titulares. Cacá, Maurício e Vinicius Popó serão alguns dos responsáveis por ajudar na reconstrução celeste.

Sem dinheiro para gastar, precisando enxugar os gastos urgentemente, o Cruzeiro vai compor sua base em volta das revelações da Toca da Raposa. Dos medalhões, apenas Fábio, Léo e Edilson optaram por permanecer. Outros atletas como Fred, Ariel Cabral e até Rodriguinho, que deve ser titular logo mais, ainda estão vinculados ao clube, mas dificilmente ficarão na equipe.

Outra arquibancada

Apesar do novo ano, o Cruzeiro ainda sofre com as consequências de uma temporada desastrosa. Por causa das variadas brigas protagonizadas por torcidas organizadas e inúmeras confusões nos jogos que antecederam o rebaixamento, organizadas do clube não poderão entrar no Mineirão ou transitar nos arredores com vestimentas, faixas, bandeiras, instrumentos musicais ou qualquer outro adereço que as identifique.

Além disso, a torcida também ficou na bronca com a política de preços adotada pela diretoria, de R$ 40 para este primeiro jogo. Após muitos questionamentos, o clube flexibilizou a estratégia e autorizou a entrada de um acompanhante para algumas categorias de sócio. A possibilidade de um bom público no Mineirão, entretanto, é improvável.

CRUZEIRO x BOA ESPORTE

Motivo: 1ª rodada do Campeonato Mineiro
Data/Hora: 22/01/2020, às 21h30 (de Brasília)
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Ronei Cândido Alves
Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Leonardo Henrique Pereira

CRUZEIRO: Fábio; Edilson, Cacá, Léo e Rafael Santos; Adriano e Edu (Jadsom); Maurício, Rodriguinho e Welinton; Vinícius Popó. Técnico: Adilson Batista.

BOA ESPORTE: Renan Rocha; Carlinhos, Wesley, Fernando e Chiquinho Alagoano; Renan Ribeiro, Caio César e Gindre; Léo Goteira, Cesinha e Jéfferson. Técnico: Nedo Xavier.

Esporte