PUBLICIDADE
Topo

Resultado, explosão e incógnita: Jorges fazem barulho no Brasileiro de 2019

Jorge Jesus, do Flamengo, e Jorge Sampaoli, do Santos - Thaigo Ribeiro/AGIF e Sergio Moraes/Reuters
Jorge Jesus, do Flamengo, e Jorge Sampaoli, do Santos Imagem: Thaigo Ribeiro/AGIF e Sergio Moraes/Reuters
do UOL

Gabriel Carneiro e Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

09/12/2019 04h00

O Campeonato Brasileiro de 2019, encerrado ontem (8), foi marcado pelo sucesso dos estrangeiros Jorge Jesus e Jorge Sampaoli. Treinadores de Flamengo e Santos, foram campeão e vice-campeão, respectivamente, em suas estreias no futebol verde-amarelo.

Leia mais sobre essa e outras histórias no especial "Não teve pra ninguém Flamengo domina o Brasileirão em ano de novidades na parte de cima e na de baixo da tabela".

O legado deixado pela dupla, porém, vai além dos três pontos (que de três em três somaram incríveis 164, divididos em 90 para o time do português e outros 74 para e equipe do argentino). Os estilos explosivos fora de campo e ofensivos dentro das quatro linhas deram o que falar ao longo de praticamente todo o campeonato - quatro treinadores foram demitidos depois de jogos com o Flamengo de Jesus.

Em comum entre os dois Jorges também está a incógnita para 2020: nem Jesus no Flamengo nem Sampaoli no Santos estão garantidos para a próxima temporada. Ambos prometem definir seu futuro nas próximas semanas.

Esporte