Topo

Kluivert cita dificuldade para Barcelona ter Neymar e esquiva sobre Valdés

John Sibley/Reuters
Imagem: John Sibley/Reuters
do UOL

Do UOL, em São Paulo

19/11/2019 10h12

Diretor das categorias de base do Barcelona há quatro meses, o holandês Patrick Kluivert conversou (e se esquivou) de vários temas envolvendo seu trabalho no clube catalão.

Em entrevista aos jornais Sport e Mundo Deportivo, ele abordou a atual situação de Neymar, que não conseguiu se juntar ao Barcelona na última janela de transferências. O ex-jogador considerou difícil o retorno do brasileiro à Espanha:

"Podia interferir [na negociação], mas não é meu trabalho. Estamos falando do topo do futebol. Se fosse fácil assinar, ele não seria um grande jogador. É difícil fazer ele voltar. Entendo que Nasser [presidente do PSG] quer mantê-lo porque ele é um jogador com muito boas virtudes e pode decidir partidas em uma ação".

Na conversa, o holandês também foi questionado sobre questões delicadas, como a polêmica demissão do ex-goleiro Victor Valdés do comando do time juvenil do clube catalão. Kluivert não quis detalhar o que aconteceu.

"Todo mundo me faz essa pergunta. Te entendo, mas não quero entrar em uma história negativa e não quero machucar ninguém. Não é bom para mim, nem para Victor e nem para o clube. Há quatro pessoas que sabem o que aconteceu e eu quero deixar assim, é melhor para todos", disse.

O ex-atacante, que foi ídolo do Barça como jogador, aproveitou para fazer um balanço de sua trajetória no cargo e citou novidades para o futuro.

"Em quatro meses, é muito difícil fazer mudanças drásticas, mas estamos pensando em coisas importantes que não posso falar, mas vocês gostarão. Ao inserir uma dinâmica já planejada, você só pode avaliar alterações apropriadas no final da temporada".

Esporte