Topo

"Não cogitamos outro que não fosse o Mancini", diz diretor do Atlético-MG

Vagner Mancini é o novo treinador do Atlético-MG - Marcello Zambrana/AGIF
Vagner Mancini é o novo treinador do Atlético-MG Imagem: Marcello Zambrana/AGIF
do UOL

Do UOL, em Belo Horizonte

15/10/2019 17h30

A diretoria do Atlético-MG diz que jamais teve dúvidas. Vagner Mancini sempre foi o preferido para a vaga de Rodrigo Santana, demitido no último domingo, após a goleada por 4 a 1 para o Grêmio. Durante a apresentação do técnico, na tarde de hoje, o diretor de futebol Rui Costa explicou a sua contratação.

"Fizemos o contato com o Fábio [Mello], empresário do [Vagner] Mancini. Expusemos a ideia, o Mancini também. Foi algo convergente, muito rápido. O Mancini tinha esse desafio de estar no Galo. Não cogitamos nenhum outro nome que não fosse do Mancini", declarou.

"Tive o privilégio de trabalhar com ele [na Chapecoense] e sei da capacidade dele, do que ele pode fazer, de agregar o grupo e tirar o que tem de melhor mesmo nas adversidades. E estamos passando por adversidades. E isso você só supera com coragem, e com vontade de estar naquele lugar. E ele que pediu para estar aqui desde já", acrescentou.

O treinador também se manifestou sobre o acordo com o clube de Belo Horizonte. Em sua primeira entrevista à frente do elenco, ele disse por que aceitou a proposta feita pelos mineiros e explicou o tempo de contrato - até o fim de 2019.

"Primeiro lugar, gostaria de agradecer ao Rui e à diretoria do Atlético, de poder desenvolver o trabalho, curto. Esse pedido foi atendido. Fiz questão de vir a Maceió, já conversei com os atletas, mesmo tarde da noite. Acho importante que você vista a camisa o mais rápido possível", declarou o novo técnico alvinegro, que ainda completou:

"Foi um pedido meu, que fique isso bem claro. Fiz questão de pedir à diretoria do Galo para que o acerto seja até o final do ano. Por que? Porque é um fechamento de um ciclo, fechamento de uma temporada".

Esporte