Topo

Copertino lamenta derrota do Vasco, mas diz: "Campeonato não termina hoje"

Maurício Copertino, auxiliar-técnico do Vasco - Foto: Rafael Ribeiro/Vasco
Maurício Copertino, auxiliar-técnico do Vasco Imagem: Foto: Rafael Ribeiro/Vasco
do UOL

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

17/08/2019 23h16

Depois da goleada do Flamengo sobre o Vasco, na noite de hoje (17), no Mané Garrincha, Maurício Copertino, auxiliar-técnico de Vanderlei Luxemburgo e que concedeu entrevista coletiva devido ao fato de o treinador ter recebido a notícia da morte da irmã, ressaltou que ainda tem muitas rodadas no Brasileiro para o time de São Januário se recuperar.

Copertino afirmou que a comissão técnica confia no trabalho que está sendo realizado e ressaltou a evolução que o time apresentou nos últimos meses.

"O campeonato não termina hoje. Ainda tem muita água para passar por baixo da ponte. Estamos confiantes no trabalho que vem sendo feito. Não podemos julgar o trabalho de três meses pelo jogo de hoje", disse o auxiliar.

Para Copertino, o gol segundo gol do Flamengo, que aconteceu logo no início do segundo tempo, mudou o panorama da partida.

"Aquele gol no começo [do segundo tempo] fugiu ao que o Vanderlei tinha proposto no intervalo. Estávamos otimistas que a coisa ia acontecer. É pensar no jogo contra o São Paulo. Esse jogo contra o Flamengo machuca porque é um clássico. Estamos todos sofrendo".

Apesar do triunfo rubro-negro por 4 a 1, o auxiliar-técnico cruzmaltino avaliou que o marcador não indicou o que aconteceu durante o confronto, lembrando as chances perdidas pelo Vasco:

"Foi um placar que não condiz com o que aconteceu na partida. Primeiro tempo foi muito igual. Na qualidade individual do Bruno Henrique, ele fez o gol. Poderíamos também ter feito o 1 a 0", completou.

Mais Esporte