Topo

Marcelo Lomba empolga em início de ano e mantém nível alto no gol do Inter

Ricardo Duarte/Inter
Marcelo Lomba defende chute do preparador de goleiros Daniel Pavan em treino do Inter Imagem: Ricardo Duarte/Inter
do UOL

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

2019-03-26T12:00:00

26/03/2019 12h00

Entre todas as atuações do Internacional, um jogador manteve regularmente o nível alto do ano passado. Marcelo Lomba. Eleito melhor goleiro do Brasileiro de 2018, dono da meta do Colorado já realizou uma série de defesas difíceis e sublinhou a expectativa que a comissão técnica tem desde sua chegada.

Contratado em 2016, num momento difícil em que o Inter lutava contra o rebaixamento e tinha problemas no gol, ele chegou referendado pela avaliação da comissão técnica, que naquele momento já acreditava que o rendimento poderia ser o de hoje.

"O nível que o Lomba atingiu não nos surpreende, pois acreditávamos que ele podia atingir esse patamar quando foi contratado. Ele chegou em um momento difícil da equipe, mas logo se adaptou e compreendeu a nossa metodologia de trabalho. Na primeira pré-temporada que ele fez conosco, já conseguimos extrair um ótimo resultado dele nos treinamentos", disse o preparador de goleiros do clube, Daniel Pavan, ao UOL Esporte.

Com a queda para Série B, porém, vieram as incertezas. Por pouco Lomba não deixou o Inter em 2017. Mesmo com propostas, ouviu dos profissionais do clube que era importante no elenco, recebeu uma solicitação da direção para que ficasse, e entendeu que poderia ocupar um espaço importante no clube.

Os próximos capítulos eram desconhecidos, mas acabaram tornando-se os melhores para ele. Depois de um ano com pouco aproveitamento, em 2018 assumiu a vaga do lesionado Danilo Fernandes e não demorou para impressionar.

Eleito melhor goleiro do Brasileiro, com status importante junto a torcida do Inter, 2019 se apresentava como temporada de afirmação. E no início dos compromissos, é exatamente o que está acontecendo. Contra Alianza Lima e Palestino, por exemplo, pela Libertadores, Lomba realizou defesas muito difíceis e evitou que a meta vermelha fosse vazada.

"Desde os primeiros jogos, em 2017, ele fez boas atuações. Em 2018 teve uma sequência maior de jogos, ganhou ritmo e confiança, aliados ao crescimento da equipe como um todo. Essa somatória fez ele evoluir em todos os sentidos e atingir um nível muito alto", completou Pavan.

O Internacional volta a campo na quarta-feira para pegar o Novo Hamburgo em jogo de volta das quartas de final do Gauchão.

Mais Esporte