PUBLICIDADE
Topo
Entretenimento

Entretenimento

Príncipe Philip estava indeciso sobre casamento: 'Sou corajoso ou tolo?'

Princesa Elizabeth e príncipe Philip no dia do casamento, em novembro de 1947 - AFP
Princesa Elizabeth e príncipe Philip no dia do casamento, em novembro de 1947 Imagem: AFP
do UOL

Do UOL, em São Paulo

14/04/2021 12h31Atualizada em 14/04/2021 12h31

O príncipe Philip estava indeciso sobre o que seu casamento com a rainha Elizabeth 2ª, há 73 anos, representaria para ele e para a coroa. Na época, Philip era militar na Marinha e vinha de uma família real perseguida na Grécia.

Ele nasceu com o título de príncipe da Grécia e da Dinamarca, filho da princesa Alice de Battenberg e do príncipe Andrew, da Grécia. Para se casar, ele renunciou aos títulos.

"Na manhã de seu casamento, logo após o café da manhã, Philip perguntou a Patricia Mountbatten [prima dele]: "'Estou sendo muito corajoso ou muito tolo?', disse o biógrafo real Gyles Brandreth, segundo o The Daily Mail.

Segundo a prima, ele estava apreensivo sobre o impacto do casamento — e não em dúvida sobre se casar com Elizabeth, ainda princesa e herdeira do trono.

Ele não tinha certeza, não sobre se casar com a princesa Elizabeth, mas sobre o que o casamento significaria para ele. Ele pode ter tido suas dúvidas sobre onde estava se metendo — toda a história de se casar com a filha do rei da Inglaterra

Philip e Elizabeth - Samir Hussein/Samir Hussein/WireImage - Samir Hussein/Samir Hussein/WireImage
Príncipe Philip, rainha Elizabeth e príncipe Charles em 2017, no Braemar Highland Gathering, na Escócia
Imagem: Samir Hussein/Samir Hussein/WireImage

Philip amava Elizabeth sem nenhuma sombra de questionamento, de acordo com Patricia.

Ele a adorava, a amava profundamente

No dia do casamento, Philip parou de fumar, atendendo o pedido de Elizabeth. O pai, o rei George VI, fumava e teve parte do pulmão comprometido. O vício também era compartilhado por Margaret, irmã da rainha.

Contudo, se para ele trouxe mudanças, para a realeza de Windsor não houve muitas. Segundo o marido de Patricia, John Brabourne, Philip era tratado como alguém de fora da nobreza, apesar da linhagem — ele era tataraneto da rainha Victoria da Inglaterra, assim como Elizabeth.

Eles não gostavam dele, não confiavam nele, e isso era evidente. Não tenho certeza se a princesa Elizabeth notou. De certa forma, o casamento quase não mudou sua vida. A vida dele mudou completamente

Entretenimento