PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Modelo da Vogue é suspeita de matar namorado a facadas em briga na Rússia

A modelo Lilia Sudakova, de 26 anos, foi presa após esfaquear o namorado; ela já fez trabalhos para a Vogue russa - Reprodução/Irina Grishina
A modelo Lilia Sudakova, de 26 anos, foi presa após esfaquear o namorado; ela já fez trabalhos para a Vogue russa Imagem: Reprodução/Irina Grishina
do UOL

Do UOL, em São Paulo

02/12/2020 09h08

A modelo russa Lilia Sudakova, de 26 anos, foi presa suspeita de esfaquear e matar o namorado com uma faca de cozinha após uma briga provocada por ciúmes. Lilia chamou a ambulância para o namorado, mas ele morreu no dia seguinte no hospital. O casal estava junto há quatro anos, mas, segundo a mãe da modelo, ela sofria violência doméstica. Lilia agora está presa e, se condenada, pode pegar até 15 anos de prisão.

Segundo a imprensa local, o casal morava em Moscou, mas passaram o último final de semana em São Petersburgo. Na noite de sábado (28) a vítima, identificada como Sergey Popov, levou algumas pessoas para o apartamento alugado pelo casal e teria começado a flertar com uma mulher do grupo. Isso teria causado ciúmes em Lilia e gerou uma briga entre o casal.

Depois que as pessoas saíram do local, segundo a suspeita, ela teria ido para a cozinha e começou a preparar o jantar na tentativa de se acalmar após ver a cena, mas Sergey, de 28 anos, foi atrás dela e teria começado a agredi-la. Na tentativa de se defender, Lilia usou a faca que estava em sua mão e acertou o namorado com um único golpe no coração.

Sergey Popov namorava a modelo há quatro anos e foi esfaqueado no coração - Reprodução/Mash - Reprodução/Mash
Sergey Popov namorava a modelo há quatro anos e foi esfaqueado no coração
Imagem: Reprodução/Mash

De acordo com o site do jornal russo Novye Izvestia, após o golpe a modelo chamou uma ambulância e Sergey foi levado ao Instituto de Pesquisa de Medicina de Emergência de Janelidze, onde morreu no dia seguinte.

A modelo já apareceu nas capas da revista Vogue russa e em revistas na Itália, China e Japão. Segundo o site The Sun, Lilia confessou ao assassinato.

Agora, Lilia enfrenta a acusação de lesão corporal grave resultando na morte da vítima por negligência, cuja pena máxima é de 15 anos de prisão e está presa sob custódia por dois meses enquanto aguarda o julgamento pelo crime.

Mãe de modelo alega legítima defesa

A mãe da modelo, Irena Sudakova, 48, disse que a filha — famosa pelo seu cabelo ruivo natural — foi vítima de violência doméstica por muito tempo e agiu em legítima defesa ao esfaquear o namorado. Ela disse ao jornal Komsomolskaya Pravda que Sergey estava bêbado e trouxe para casa uma mulher que conheceu em um bar e esperava que Lilia cozinhasse para eles.

Ainda segundo a mãe da modelo, o namorado agarrou a filha dela pelos cabelos e a chutou nas pernas, mas depois parou e saiu de perto. Mas logo voltou quando a modelo cortava vegetais e a segurou pelos cabelos novamente. Foi nesse momento que a modelo o atingiu com o golpe de faca.

"Lilia é uma vítima, foi legítima defesa. Este foi um amor tão doentio. Tudo aconteceu por acidente, foi um acidente", contou.

Irena ainda criticou o país por não proteger as vítimas de violência doméstica.

"Aqui [na Rússia] a autodefesa é considerada apenas quando um homem ataca você com um machado. O fato de ele ter batido nela antes, de ser despótico, não incomoda ninguém. Ninguém leva em conta as nuances. Ela não estava mirando [a faca para atacá-lo]. Ela fez isso acidentalmente."

A mãe ainda contou que têm esperanças que a filha pegue a pena mínima pelo crime. "Não sei como minha filha vai viver sabendo o que fez. Ela está vulnerável, isso a derrubará. Esperançosamente, há chances de uma pena mínima suspensa [porque] tudo isso é muito injusto", contou.

Entretenimento