PUBLICIDADE
Topo

Após Snyder Cut, diretor da HBO Max diz: 'Não vamos refazer todos filmes'

Darkseid no "Snyder Cut" de "Liga da Justiça" - Reprodução/Twitter
Darkseid no 'Snyder Cut' de 'Liga da Justiça' Imagem: Reprodução/Twitter
do UOL

Do UOL, em São Paulo

03/06/2020 14h29

Depois do anúncio da nova versão do filme "Liga da Justiça" - o Snyder Cut (Corte do Snyder, em tradução livre), que traz a versão do diretor Zack Snyder -, vários fãs de outras franquias se empolgaram com a ideia de ter novas versões de produções. No entanto, Tony Gonçalves, o diretor da HBO Max, deixou claro que a ideia não é refazer todos os filmes de sucesso já lançados.

"Definitivamente não é um precedente", disse Gonçalves em recente entrevista para o portal The Verge, ao deixar claro que a nova versão de "Liga da Justiça" é um caso específico.

Ele comparou os fãs da DC a outros como os da série "Friends" e da franquia Harry Potter para exemplificar.

"Existem diferentes tipos de fandoms. Minha referência aos fandoms é o fato de estarmos em um espaço em que os consumidores falam alto. Guia do consumidor, e temos absolutamente que ouvir como indústria. Eu tinha um chefe que disse uma vez: 'A indústria e os consumidores nem sempre estão alinhados, mas os consumidores tendem a ganhar'. É um bom equilíbrio. E eu acho que quando se trata de vídeo, quando se trata de entretenimento, quando se trata de conteúdo, os consumidores nunca tiveram mais opções e nunca tiveram mais voz. Mas isso não significa que vamos investir nossos dólares em todos os fãs que existem", declarou.

Em referência a reunião do elenco de Friends, que será promovida pela HBO Max a pedido de fãs, o diretor comentou: "Mas acho que a referência ao fandom de Snyder Cut e Friends é o fato de os consumidores estarem falando e precisamos ouvir. Isso não significa que vamos refazer todos os filmes já feitos. Mas acho que temos que ouvi-los".

Entretenimento