PUBLICIDADE
Topo

Objetos de Hitler comprados em leilão são doados para o Museu do Holocausto

08/12/2019 12h05

Jerusalém, 8 dez (EFE).- Uma cartola que pertenceu a Adolf Hitler, assim como outros objetos do líder do regime nazista na Alemanha, comprados por um empresário libanês, foram doados para o Museu do Holocausto Yad Vashem, em Jerusalém, em Israel.

"Podiam cair nas mãos erradas, não tinha outra opção, que não ajudar. Tentei impedir o leilão, mas como não pude, comprei algum dos objetos", explicou Abdalah Chatila, em entrevista à Agencia Efe.

O presidente do museu, Avner Shalev, reconheceu que se trata de artigos "muito sensíveis", mas que a intenção de tê-los na coleção é, justamente, evitar que sejam obtidos por neonazistas.

Chatila explicou que todos os objetos ainda estão na Alemanha e chegarão até o fim do ano em Israel, quando terminar o processo de verificação, assim como os trâmites burocráticos necessários para o transporte.

No mês passado, a casa Hermann Historica, em Munique, leiloou um exemplar do "Mein Kampf" por cerca de 130 mil euros, uma cartola por 50 mil euros, entre outros objetos, como uma fotografia com dedicatória para um amigo, uma carta escrita pelo próprio Hitler, em 1908, talheres, caixa de cigarros e uma máquina de escrever.

Os itens que adquiriu, Chatila doou para a organização judaica Keren Hayesod, que por sua vez, os encaminhou para o Museu do Holocausto. EFE

Entretenimento