Topo

Ex-Band, chef concorre a melhor livro gastronômico do mundo

Livro de Daniel Bork premiado no "Gourmand World Cookbook Awards" - Divulgação
Livro de Daniel Bork premiado no 'Gourmand World Cookbook Awards' Imagem: Divulgação
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

do UOL

Colunista do UOL

03/12/2019 06h30

Daniel Bork foi demitido da Band no final do ano passado, após 17 anos na emissora.

Foram 17 anos comandando uma atração gastronômica e 17 anos ouvindo de más-línguas nos bastidores de que só estava ali porque era irmão de Cláudia, mulher do presidente do Grupo Band, Johnny Saad --portanto seu cunhado.

Bom, para essas pessoas a notícia seguir soa como bofetada.

Além de sucesso em vendas, o livro "A Cozinha de Daniel Bork" (editora Alaúde) foi o grande vencedor nacional do prestigioso instituto "Gourmand World Cookbook Awards".

Por falta de um, o livro culinário de Bork levou três prêmios: "Chef Book", "Celebrity Chef´s Book" e (melhor) "Livro em Português".

Com isso, Bork se credencia e já é um dos finalistas do "Best of The World", que vai reunir os vencedores de cada país e deve ser anunciado em meados de 2020.

O Gourmand já premiou escritores e chefs de mais de 200 países.

No ano passado o instituto esteve à frente de uma cúpula mundial gastronômica que ocorreu na sede da Unesco em Paris.

Fora da TV aberta, Daniel, 55 anos, tem estudado propostas de TVs fechadas e produtoras dedicadas a streaming, mas ainda não se decidiu.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook e site Ooops

Entretenimento