Topo

Atriz que vive menina surda em Malhação: "Conhecimento é muito importante"

A atriz Giovanna Rispoli vive Milena em Malhação: Toda Forma de Amar - Edu Rodrigues/Divulgação
A atriz Giovanna Rispoli vive Milena em Malhação: Toda Forma de Amar Imagem: Edu Rodrigues/Divulgação
do UOL

Guilherme Machado

Do UOL, em São Paulo

14/10/2019 04h00

Para interpretar Milena, em Malhação: Toda Forma de Amar, Giovanna Rispoli precisou fazer um trabalho aprofundado de preparação. A jovem tem deficiência auditiva, e era importante que sua realidade fosse retratada de forma verossímil. Por isso, a atriz procurou conhecer pessoas surdas e conversar com elas para conhecer seus desafios no dia a dia.

"Desde que eu soube que ia fazer a personagem, procurei saber mais sobre o assunto, pois não tinha nenhum conhecimento. Acho que, antes, conhecia uma pessoa surda. Agora, conheço um monte e fico muito feliz por esse trabalho ter me proporcionado isso", celebra a atriz, que fez aula de Libras e teve o acompanhamento de uma fonoaudióloga.

Ela conta que as aulas despertaram nela uma nova percepção sobre o assunto. "Aprendi bastante com meu professor, que é surdo, sobre as dificuldades de comunicação com as pessoas e os desafios na vida. A Milena, como muitos outros, leva uma vida totalmente normal, que tem esse empecilho na audição, mas que não afeta a vida em geral. São pessoas muito bem resolvidas."

Giovanna revela que, no começo, teve dificuldade com a fala da personagem: "Foi bem difícil, pois queríamos chegar mais perto da realidade. A Milena tem uma fala muito boa para uma pessoa que é totalmente surda e que não usa aparelho auditivo. Trabalhei bastante com a minha fono, com os diretores e os autores. A gente chegou a um consenso de ela ser mais bem oralizada pela história de vida dela. É uma fala que é diferente."

Para a atriz, a abordagem do tema na novela adolescente é importante, pois coloca em evidência um assunto de relevância social.

"Mesmo o pouco conhecimento que as pessoas estão podendo ter já é muito importante. Muitas gente acha que o surdo é mudo, por exemplo, e a gente vê claramente na novela que a Milena fala bastante. Tem pessoas que me mandam mensagens dizendo que tiveram vontade de aprender Libras por causa da minha personagem. Fico muito feliz."

Diferença de idade

Giovanna Rispoli e Hugo Moura são Milena e Daniel em Malhação: Toda Forma de Amar - Globo/Cesar Alves
Giovanna Rispoli e Hugo Moura são Milena e Daniel em Malhação: Toda Forma de Amar
Imagem: Globo/Cesar Alves

Na trama, Milena conhece Daniel, personagem de Hugo Moura, marido de Deborah Secco, que gostava de Jaque, mas engata um romance com a personagem de Giovanna.

Na vida real, a atriz elogia seu colega de cena e diz que a diferença de idade entre os dois —ela tem 17 anos, e ele, 28— não influenciou no trabalho.

"Na trama, a Milena é um ano mais velha do que eu, e o Daniel também, provavelmente, é mais novo do que o Hugo. Então, para os personagens, não tinha tanta diferença assim. E nós, como atores, acabamos realmente ignorando isso. Eu tenho amigos mais novos e mais velhos. Acho que se a gente tem a mesma cabeça, maturidade igual, as coisas fluem bem", afirma ela.

Ela acha que essa maturidade vem do fato de ter trabalhado desde muito nova: sua primeira novela na Globo foi em 2014, quando tinha 12 anos. Mas, segundo Giovanna, estar na TV desde cedo não impactou de forma drástica sua infância e sua rotina.

Lívia, personagem de Giovanna Rispoli em Carcereiros, é ameaçada por Lombriga, João Côrtes - Ramon Vasconcelos/Globo
Lívia, personagem de Giovanna Rispoli em Carcereiros, é ameaçada por Lombriga, João Côrtes
Imagem: Ramon Vasconcelos/Globo
"Eu sempre fui uma criança muito normal e não gravava tanto assim. As coisas que eu fazia foram espaçadas até. Óbvio que a gente cresce com essa atenção a mais, óbvio que vai ter gente olhando. Mas acho que não afetou tanto a minha vida."

Parte desse processo de amadurecimento, segundo ela, foi especialmente forte nas gravações da série Carcereiros, que terá um filme lançado no dia 28 de novembro deste ano.

"É um filme bem pesado mesmo, é tiro, porrada e bomba o tempo inteiro. A primeira temporada a gente gravou em 2016. Ali, sim, foi mais pesado para mim. Eu tinha 14 anos. Tinha uma sequência em que eu era sequestrada, ficava em um porta-malas de carro. Houve muitas cenas tensas, eu nunca tinha vivido nada perto disso. Acho que foi onde eu devo ter ganhado mais maturidade."

Entretenimento