Topo

Galvão brinca com comentarista que discutiu com Mano: "Briga comigo"

Galvão Bueno brinca com Bodão sobre discussão com Mano no programa Bem, Amigos! de 4 de novembro - Reprodução/SporTV
Galvão Bueno brinca com Bodão sobre discussão com Mano no programa Bem, Amigos! de 4 de novembro Imagem: Reprodução/SporTV
do UOL

Do UOL, em São Paulo

12/11/2019 08h30

O narrador e apresentador do Grupo Globo Galvão Bueno comentou ontem sobre a participação de Mano Menezes no programa Bem, Amigos! da semana passada, em que o técnico discutiu com o comentarista Marco Antônio Rodrigues, o Bodão, sobre a atuação do Flamengo.

Galvão brincou com a situação e sugeriu que Bodão brigasse com ele naquele programa: "Marco Antônio Bodão não vai brigar com ninguém hoje né?", perguntou Galvão, o que Bodão respondeu dizendo que não havia ninguém para brigar. "Briga comigo", brincou Galvão.

O apresentador defendeu a participação de Mano no programa, dizendo que convidá-lo foi uma sugestão sua. "Eu pedi que convidassem o Mano. Infelizmente, não pude vir ao programa. Sabe o que eu achei? Que vocês estavam mais ou menos dizendo a mesma coisa sob ângulos diferentes. Ele defendeu o lado dele e você defendeu o seu. O Cléber falou: 'espera aí, gente, vocês estão viajando em dois níveis diferentes'. É que você [Bodão] é tinhoso e pegou outro cara tinhoso pela frente", disse.

Galvão também falou sobre sua admiração por Mano Menezes e chamou de "safadeza" a maneira como o técnico foi demitido da seleção brasileira. "Eu tenho uma admiração muito grande pelo Mano, pelo trabalho dele. E está mais uma vez provado o trabalho dele. O Mano sofreu uma das maiores safadezas já feitas com um técnico da Seleção. Ele ganhou da Argentina e já estava demitido. O então presidente e o vice da CBF, hoje, um não pode sair do Brasil [Marco Polo Del Nero] e o outro está preso nos Estados Unidos [José Maria Marin]. Foi uma safadeza mesmo que fizeram".

Esporte