Topo

Nem admite Flu desatento no clássico e pede que torcida não desista do time

Wellington Nem ressaltou importância de Fluminense conquistar bons resultados nas próximas rodadas - Lucas Merçon/Fluminense FC
Wellington Nem ressaltou importância de Fluminense conquistar bons resultados nas próximas rodadas Imagem: Lucas Merçon/Fluminense FC
do UOL

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

22/10/2019 13h24

A derrota para o Flamengo, no clássico do último domingo, fez o Fluminense voltar a se preocupar com a proximidade da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. O resultado negativo ecoou nas Laranjeiras e fez alguns jogadores perderem o sono, como foi o caso do atacante Wellington Nem, que admitiu que o time tricolor não esteve completamente atento na partida.

"Entramos meio sonolentos, perdemos tudo. Segunda bola, primeira bola, dividida, tomamos gol muito rápido... Falamos tudo no vestiário, mas não colocamos em prática. Fiquei pensando até 4h da manhã. Clássico não se joga, se ganha. É uma guerra", disse o jogador.

Cria das categorias de base do Fluminense, Nem salientou o peso que a torcida tem para que o time saia da situação ruim que se encontra na competição nacional e fez um pedido aos tricolores:

"A torcida não pode desistir da gente. Contamos com eles. Contra o Bahia, estavam conosco e foi lindo. Contra o Athletico-PR, também. Contamos com o apoio, porque vamos dar o máximo para sair com a vitória".

Os resultados negativos diante Athletico-PR e Flamengo interromperam uma sequência de cinco jogos sem derrota, que fez o Flu ganhar uma vantagem em relação à degola.

"Duas derrotas, difícil de aceitar. Estávamos muito bem, voltando a ganhar. As rodadas não foram boas, mas temos que assumir a responsabilidade. Temos uma final no sábado, outra na quarta... Vamos aproveitar a semana para conversar, treinar. Queremos fazer um bom jogo", disse ele, que completou:

"Todos os jogos são difíceis. Todos são decisões. Agora, mais ainda. Temos que entrar focados jogo a jogo. Vão ser jogos difíceis e muito importantes. Principalmente os próximos três. Precisamos de bons resultados".

Esporte