Topo

Grêmio leva time para jantar em churrascaria após apagão em hotel

Divulgação/Grêmio FBPA
Imagem: Divulgação/Grêmio FBPA
do UOL

Do UOL, em Porto Alegre

22/10/2019 19h34

O hotel que recebe o Grêmio no Rio de Janeiro, para o segundo jogo com o Flamengo na semifinal da Libertadores, ficou às escuras hoje (23). Diante do apagão, o elenco ficou por quase 30 minutos no interior do ônibus, após treino no CT do Fluminense, à espera da volta do serviço. Com a demora, o clube decidiu levar jogadores e comissão técnica para jantar em um restaurante na Barra da Tijuca.

A saída foi rodar por cerca de sete quilômetros até uma churrascaria às margens da Avenida das Américas, na zona oeste do Rio.

A comitiva gremista voltou do CT do Fluminense e se deparou com o hotel sem luz. A primeira ordem foi aguardar no interior do ônibus por alguns minutos. Sem retomada da energia, a diretoria fez contato com restaurantes da região em busca de reserva de várias mesas.

O grupo de jogadores seguiu para o restaurante com integrantes da comissão técnica, dirigentes do departamento de futebol e funcionários que trabalharam no treinamento.

A escalação do Grêmio para o jogo com o Flamengo também está às escuras. Renato Gaúcho fechou o último treino, restringiu o número de pessoas com acesso ao trabalho e criou uma aura de mistério. A principal dúvida é quem ficará com a vaga de Luan, lesionado.

A lateral direita também está em disputa. Rafael Galhardo, Léo Moura e até Paulo Miranda podem desempenhar a função. No meio-campo, Michel e Thaciano são as principais opções.

Esporte