Topo

Corinthians empata com o Goiás no final após pênalti marcado pelo VAR

do UOL

Do UOL, em São Paulo (SP)

16/10/2019 23h27

O Corinthians arrancou empate contra o Goiás por 2 a 2, hoje (16), no Serra Dourada, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, com um gol de Gustagol, de pênalti, aos 51 minutos do segundo tempo. O pênalti foi marcado para o Timão após o VAR entrar em ação e a arbitragem entender que houve toque de mão de Dudu em disputa pelo alto com o zagueiro Gil. O time da casa ainda terminou o jogo com dois a menos, já que Michael e Rafael Moura.

Michael recebeu vermelho após falta dura em Régis aos 38 minutos do segundo tempo, enquanto Rafael Moura foi expulso após receber o segundo cartão amarelo por reclamação do pênalti marcado para o Corinthians no fim da partida.

O Corinthians ameaçou ser um time diferente na temporada. Além de sete novidades na equipe titular, o time corintiano teve uma postura bastante ofensiva no primeiro tempo, abriu o placar aos dez minutos com Janderson, mas sofreu o empate com belo gol de Michael no fim da primeira etapa. No entanto, o Timão voltou retrancando no segundo tempo e exerceu o futebol bastante criticado por torcedores e grande parte da imprensa em 2019.

Com isso, o time de Fábio Carille foi dominado, sofreu o gol aos 25 minutos do segundo tempo, com Leandro Barcia, de cabeça, e só não perdeu por conta do pênalti marcado pelo VAR.

Após empatar com o Goiás, o Corinthians volta a campo no próximo sábado, quando enfrenta o Cruzeiro, às 19h (de Brasília), na Arena de Itaquera, pela 27ª rodada da competição. Já o time goiano encara a Chapecoense no próximo domingo, às 19h (de Brasília), na Arena Condá, em Chapecó.

O melhor: Michael faz belo gol e é decisivo

Heber Gomes/AGIF
Imagem: Heber Gomes/AGIF

O atacante Michael, principal jogador do Goiás nesta temporada, foi determinante para que o time goiano jogasse melhor e dominasse o Corinthians em grande parte do jogo. Além de "bagunçar" o sistema defensivo do Timão, com velocidade e dribles, ele foi o responsável pelo gol de empate, um belo gol aliás, em chute de fora da área encobrindo Cássio. Nem a expulsão após entrada forte em Régis foi capaz de tirar o título de melhor do jogo.

O pior: Carlos Augusto sofre com Michael

O lateral-esquerdo Carlos Augusto foi o jogador que mais sofreu com Michael. Além disso, o lateral vacilou no posicionamento do gol de virada do Goiás na segunda etapa.

Corinthians mudou postura além de 7 "peças"

O técnico Fábio Carille promoveu sete mudanças em relação ao time que iniciou o clássico contra o São Paulo no último domingo, no Morumbi. Além dos retornos esperados de Ralf, liberado para resolver problemas pessoais no fim de semana, e Sornoza e Pedrinho, que retornam de compromissos por seleções, o treinador corintiano escalou Bruno Méndez, Carlos Augusto, Janderson e Gustagol. No entanto, o time de Carille também mudou de postura. O Alvinegro "marcou alto" fora de casa, estratégia que fazia pouco até em Itaquera. Além disso, o time jogou com as linhas mais próximas e ficou mais veloz por conta da entrada de atletas mais jovens. Entre eles, Janderson, autor do gol, e Carlos Augusto, que apoiou bastante ao ataque, diferente de Danilo Avelar, que prioriza o sistema defensivo. O esquema tático continuou o mesmo: 4-2-3-1 com a bola, e 4-1-4-1 em posicionamento defensivo.

Tudo voltou ao normal no 2ª tempo

O Corinthians voltou no segundo tempo com a mesma postura defensiva da maioria de seus jogos em 2019. Por conta disso, o time de Carille sofreu pressão do Goiás até sofrer o gol da virada. Além disso, Carille também voltou a apostar nos veteranos na etapa final, com as entradas de Vagner Love, Jadson e Régis. O Timão terminou o jogo bastante bagunçado taticamente. Gil ficou dentro da área como centroavante em busca do empate no sufoco e, por fim, o gol saiu na cobrança de pênalti.

Corinthians faz gol com dupla nova e dupla velha

O gol do Corinthians saiu com uma boa jogada da dupla Pedrinho e Fagner, principal arma do time nesta temporada, e terminou com a dupla nova, Gustagol e Janderson, escalada por Carille hoje, para abrir o placar. O gol começou com Pedrinho lançando Fagner, que fez ultrapassagem e cruzou rasteiro para Gustavo. O camisa 19 chutou errado, mas a bola sobrou para Janderson na pequena área fazer o gol.

Goiás aposta tudo em seu craque

O Goiás foi dominado pelo Corinthians antes de empatar o jogo no fim do primeiro tempo. Surpreendido pela postura menos defensiva do time de Carille, o time goiano apostou tudo em seu principal jogador, o atacante Michael. A equipe da casa utilizou a bola longa para Michael em diversas jogadas. Em uma delas, o camisa 11 dominou na esquerda no meio-campo, passou com facilidade por Fagner e Ralf, que só cercaram, e finalizou próximo da entrada da área, cruzado, no ângulo de Cássio, para empatar o jogo. No segundo tempo, Michael voltou a comandar as melhores jogadas do Goiás na partida.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 2 X 2 CORINTHIANS

Data: 16 de outubro de 2019 (quarta-feira)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes (Fifa-RJ)
Auxiliares: Michael Correia e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (ambos do RJ)
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)
Público: 15.029 pagantes
Renda: R$ 508.200,00

GOLS:
Goiás
: Michael aos 36 minutos do primeiro tempo, e Leandro Barcia, aos 25 minutos da segunda etapa
Corinthians: Janderson aos dez minutos do primeiro tempo, e Gustagol aos 51 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos: Fábio Sanches, Leandro Barcia, Rafael Moura (2) (GOI); Sornoza, Bruno Méndez, Cássio, Gil (COR)

Cartões vermelhos: Michael e Rafael Moura (GOI)

GOIÁS: Tadeu; Yago Rocha, Fábio Sanches, Rafael Vaz e Jefferson; Yago Felipe, Gilberto (Breno) e Léo Sena (Dudu); Leandro Barcia (Alan Ruschel), Michael e Rafael Moura
Técnico: Ney Franco

CORINTHIANS: Cássio, Fagner, Bruno Méndez, Gil e Carlos Augusto; Ralf; Pedrinho (Régis), Sornoza (Vagner Love), Mateus Vital e Janderson (Jadson); Gustavo
Técnico: Fábio Carille

Errata: o texto foi atualizado
Ao contrário do informado no quarto parágrafo, o Corinthians empatou com Goiás e, não, perdeu. O erro foi corrigido.

Esporte