Topo

Neymar é reintegrado ao PSG, e entrada em campo vira decisão da diretoria

Neymar treina pelo PSG - Charles Platiau/Reuters
Neymar treina pelo PSG Imagem: Charles Platiau/Reuters
do UOL

João Henrique Marques

Colaboração para o UOL, de Paris (FRA)

21/08/2019 12h13

Neymar está de volta aos treinamentos com o elenco do Paris Saint-Germain. As atividades coletivas realizadas na segunda-feira e ontem (20) contaram com a presença do brasileiro após uma semana distanciado do grupo. A estreia diante do Toulouse, pelo Campeonato Francês no domingo, já tem o aval do departamento médico do clube, mas a entrada dele em campo será uma decisão da diretoria. Ela deve ser tomada até sábado, véspera da partida.

Segundo apurou o UOL Esporte, o treinador, Thomas Tuchel, quer a presença de Neymar em campo. A análise da diretoria, no entanto, ainda é a de que o brasileiro está no mercado até o dia 2 de setembro, assim sustentando a ideia de que não deve atuar. Enquanto isso, o jogador segue com o discurso de querer deixar o clube, não sendo consultado até o momento sobre a intenção de atuar no final de semana.

No PSG, Neymar não demonstra disposição para jogar. Na estreia do time no Parque dos Princípes - a vitória por 3 a 0 diante do Nîmes, em 11 de agosto -, nem sequer foi ao estádio. Na ocasião, ele foi xingado pela torcida organizada e deixou a sensação de final de ciclo no clube.

Após o episódio, o PSG teve cautela na utilização de Neymar nos treinamentos. Pelo bem-estar do grupo, a decisão foi de afastá-lo das atividades na semana e já assegurar que estaria fora do duelo seguinte pelo Campeonato Francês, contra o Rennes - PSG perdeu a partida por 2 a 1.

O cenário atual de Neymar está modificado por conta da justificativa do preparador físico da seleção brasileira, Fábio Mahseredjian, para a convocação do jogador. Ele afirmou que Neymar estava "em plenas condições de jogo", o que incomodou o departamento médico do PSG. Na entrevista de convocação, Tite comentou que o camisa 10 quer voltar a campo antes de atuar pela seleção - o que o deixa apenas com duas possibilidades: o duelo contra o Toulouse, no domingo, e diante do Metz, no dia 30 de agosto.

Futuro de Neymar segue indefinido

Nesta semana, o Barcelona realizou nova oferta pelo jogador, mas não agradou o PSG por conta da opção de empréstimo de 1 ano.

Nos bastidores, os dirigentes do clube francês seguem firme na postura de que só uma proposta de 222 milhões de euros (R$ 993 milhões), o valor pago pela compra de Neymar, em 2017, assegura a transferência.

O Real Madrid é outro clube interessado na contratação de Neymar, mas ainda não realizou propostas.

A janela internacional de transferências está aberta até o dia 2 de setembro.

Mais Esporte