PUBLICIDADE
Topo

Prioli 'previu' em março fala de Bolsonaro sobre quarentena e governadores

Gabriela Prioli - Reprodução/Instagram
Gabriela Prioli Imagem: Reprodução/Instagram
do UOL

Do UOL, em São Paulo

08/04/2020 22h17

A advogada e professora de Direito Penal, Gabriela Prioli, compartilhou no Twitter um vídeo de março, durante participação sua na CNN Brasil, em que "previu" parte do pronunciamento de hoje do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Em declaração em rede nacional de televisão e rádio, o presidente apontou que a quarentena é responsabilidade dos governadores e prefeitos, e que o governo federal não foi consultado sobre a amplitude ou a duração das iniciativas.

Prioli tinha dito durante o quadro "Grande Debate", da CNN, no dia 23 de março, que o governo Bolsonaro poderia, num futuro próximo, jogar a culpa da quarentena para os governadores, "repetindo a retórica que eles estão aplicando um remédio em demasia".

"E, portanto, [afirmar que governadores e prefeitos] estão provocando um dano maior do que o vírus causaria sozinho. Me parece uma postura que permite a ele se eximir da responsabilidade no futuro. Claro, liderança pressupõe responsabilidade, e a partir do momento que ele não lidera ele se exime", disse Prioli na ocasião.

"E consegue transferir para as outras pessoas o que é uma conduta sistemática por parte do presidente da República. Um governo que joga a culpa no Congresso, na mídia, enfim, fica jogando a culpa em outros atores para eximir de responsabilidade", completou a analista no vídeo.

Bolsonaro também afirmou hoje, em seu pronunciamento, que seus ministros devem estar sincronizados a ele e exaltou o uso da cloroquina para o tratamento contra o coronavírus. O presidente abriu seu discurso se solidarizando às famílias que perderam entes para a covid-19 e disse que, como presidente, sua responsabilidade é "olhar o todo".

Entretenimento