PUBLICIDADE
Topo

BBC anuncia 450 cortes em sua redação

29/01/2020 14h48

Londres, 29 Jan 2020 (AFP) - A BBC anunciou nesta quarta-feira a redução de 450 postos em sua redação como parte de um plano de reformulação destinado a adaptar seus serviços a novos interesses do público, antes das negociações que devem ser politicamente difíceis para obtenção de seu financiamento.

"Precisamos reformular a BBC News para a próxima década e para economizar quantias substanciais", disse o chefe de notícias Fran Unsworth em comunicado.

Em função dessa reformulação, está prevista a eliminação de 450 empregos.

O grupo tem como objetivo eliminar a duplicidade entre suas diferentes mídias e investir mais no setor digital, com uma nova versão do aplicativo BBC News.

De acordo com o projeto de reforma, haverá mais jornalistas localizados fora de Londres.

"A BBC precisa se adaptar à mudança de maneira com que o público nos usa. Temos que nos adaptar e garantir que continuemos sendo a organização de mídia mais confiável do mundo, mas, acima de tudo, precisamos ser relevantes para as pessoas que não estamos alcançando atualmente", disse Unsworth.

A emissora alega ter que economizar 80 milhões de libras até 2022: metade já foi alcançada e o que está faltando será alcançado graças às medidas anunciadas na quarta-feira.

A empresa tem outras frentes abertas: é forçada a seduzir novos públicos diante da concorrência de plataformas digitais como a Netflix e se prepara para as consequências de uma surpreendente decisão judicial sobre igualdade de remuneração, que pode acabar custando milhões de libras.

pau/gmo/glr/cn/ll

Entretenimento