Topo

Renato e Márcia Lage são os novos carnavalescos da Portela

Divulgação
Os carnavalescos Renato Lage e Márcia Lage Imagem: Divulgação
Anderson Baltar

Anderson Baltar é jornalista, formado pela UFRJ e tem 42 anos. Com mais de 15 anos de experiência na mídia carnavalesca, foi assessor de imprensa da União da Ilha e Império Serrano, produtor de Carnaval da TV Globo e trabalhou em coberturas de desfiles nas rádios Manchete e Tupi. Desde 2011, é âncora e coordenador da Rádio Arquibancada, web rádio com programação inteiramente voltada para o Carnaval. Em 2015, lançou o livro "As Primas Sapecas do Samba", ao lado dos também jornalistas Eugênio Leal e Vicente Dattoli.

do UOL

2019-03-14T18:45:43

14/03/2019 18h45

A Portela anunciou, na tarde de hoje, a contratação de Renato Lage e Márcia Lage para comandar o seu barracão no Carnaval 2020. O casal, que esteve nos dois últimos anos na Acadêmicos do Grande Rio, chega à azul e branca de Oswaldo Cruz e Madureira para substituir Rosa Magalhães, cujo afastamento foi anunciado nesta quarta (13).

Renato e Márcia acertaram tudo com o presidente da escola, Luis Carlos Magalhães, que salientou a importância da chegada dos artistas: "É uma felicidade muito grande para nós poder contar com o Renato e Marcia. São dois carnavalescos vencedores e muito respeitados. Nosso desejo é que eles possam construir uma linda história na Portela a partir de agora".

A Portela contrata Renato e Márcia em meio a um processo eleitoral. Daqui a pouco mais de um mês, a escola elegerá sua nova diretoria e a tendência é que Luis Carlos seja candidato a reeleição. Quarta colocada no último Carnaval, a Portela lidera o ranking da Liesa por ter conseguido chegar em boas classificações nos últimos cinco anos. De 2015 para cá, a águia foi campeã em 2017, ficou em terceira em 2016, em quarta em 2018 e em quinta em 2015.

Já o casal aporta em sua nova escola disposto a dar a volta por cima em sua vitoriosa carreira. Renato, campeão três vezes na Mocidade, transferiu-se com a esposa para o Salgueiro em 2003. Por 15 anos ficaram na escola da Tijuca, marcando presença constante entre as campeãs, mas conquistando o título apenas em 2009. Contratados a peso de ouro pela Grande Rio, ficaram em penúltimo lugar em 2018 e, no último Carnaval, ficaram em nono.

Mais Entretenimento