PUBLICIDADE
Topo
Entretenimento

Entretenimento

Veja os recordes e curiosidades do Oscar

Apenas três filmes até hoje já levaram os chamados "Big Five": filme, diretor, roteiro, ator e atriz. São eles "Aconteceu Naquela Noite" (1934), "Um Estranho no Ninho" (1975) e "O Silêncio dos Inocentes" (1991).  - Reprodução Vírgula
Apenas três filmes até hoje já levaram os chamados "Big Five": filme, diretor, roteiro, ator e atriz. São eles "Aconteceu Naquela Noite" (1934), "Um Estranho no Ninho" (1975) e "O Silêncio dos Inocentes" (1991). Imagem: Reprodução Vírgula

Do Vírgula, em São Paulo

24/02/2012 15h49

No próximo domingo (26) acontece, em Hollywood, a 84º edição do Oscar, e para relembrar os fatos curiosos da premiação o site "Vírgula" publicou um especial com as 40 curiosidades sobre os filmes que passaram pelo tapete vermelho. Confira:

1 - Apenas três filmes até hoje já levaram os chamados “Big Five”: filme, diretor, roteiro, ator e atriz. São eles Aconteceu Naquela Noite (1934), Um Estranho no Ninho (1975) e O Silêncio dos Inocentes (1991).

2 - O único filme produzido fora dos Estados Unidos ou Inglaterra a ganhar o Oscar de melhor filme, foi o chinês/italiano "O Último Imperador" (1987), de Bernardo Bertolucci.

3 - Caso leve o prêmio principal, "O Artista" também vai repetir um feito que até hoje pertence apenas a "Asas" (1927), o primeiro a levar essa categoria na história do Oscar, em 1929.

4 - Os maiores vencedores da história do Oscar são três filmes que conquistaram 11 estatuetas cada."Ben-Hur" (1959), "Titanic" (1997) e "O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei" (2003).

5 - No ano em que "Ben-Hur" conquistou (quase) tudo, o Oscar tinha 15 categorias e ele era candidato em 14 delas. Já na época de "Titanic" e "O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei" existiam 17 categorias, sendo que o primeiro tinha 12 indicações e o segundo 11.

6 - "Momento de Decisão" (1977) e "A Cor Púrpura" (1985) são os maiores perdedores da história, considerando que ambos tiveram 11 indicações cada e não levaram absolutamente nada.

7 - O primeiro prêmio de atuação para um artista em um filme estrangeiro veio em 1960, quando a italiana Sophia Loren foi escolhida melhor atriz por "Duas Mulheres".

8 - Em 1964 todos os prêmios de atuação foram entregues a não-americanos: os ingleses Rex Harrison ("Minha Bela Dama"), Peter Ustinov ("Topkapi") e Julie Andrews ("Mary Poppins") e a russa Lila Kedrova ("Zorba, o Grego").

9 - Meryl Streep é a campeã absoluta de indicações nas categorias de atuação. Com "A Dama de Ferro" ela chegou à sua 17ª nominação.

10 - Entre os homens, o recordista é Jack Nicholson, que teve 12 indicações e ganhou três vezes, por "Um Estranho no Ninho" (1975), "Laços de Ternura" (1983) e "Melhor é Impossível" (1997).

11 - A campeã de vitórias é Katharine Hepburn. Entre suas doze indicações – todas para melhor atriz – quatro renderam Oscars.

12 - Já a maior estante devia ser a da casa de Walt Disney. Com 22 prêmios competitivos e quatro honorários, ele permanece o recordista no número de Oscars para uma única pessoa.

13 - Caso o Oscar de melhor ator coadjuvante saia para Max von Sydow, de "Tão Forte e Tão Perto", ou Christopher Plummer, de "Toda Forma de Amor", será batido o recorde de artista mais velho a receber um prêmio por sua atuação.

14 - Se forem considerados prêmios honorários, a atriz mais velha a levar um Oscar foi Myrna Loy, aos 85 anos, em 1990.

15 - Ninguém foi mais indicado na categoria melhor roteiro até hoje do que Woody Allen, lembrado pela 15ª vez graças a "Meia-Noite em Paris". Mas ele só ganhou dois, por "Annie Hall – Noivo Neurótico, Noiva Nervosa" (1977) e "Hannah e Suas Irmãs" (1986).

16 - Apesar de "A Noite dos Desesperados" (1969) ter recebido nove indicações não foi lembrado para categoria de melhor filme, nenhum outro teve tantas nominações sem participar dessa categoria.

17 - Entre os diretores, o grande campeão é John Ford. Ele conseguiu quatro estatuetas em sua carreira, por "The Informer" (1935), "Vinhas da Ira" (1940), "Como Era Verde Meu Vale" (1941) e "Depois do Vendaval" (1952).

18 - Apenas em 2009 uma mulher venceu o Oscar de melhor direção: Kathryn Bigelow, por "Guerra ao Terror".

19 - Os orientais também não são muito prestigiados, aparentemente. Na categoria melhor diretor, apenas um já foi premiado: o taiwanês Ang Lee, por "O Segredo de Brokeback Mountain" (2005).

20 - Hattie McDaniel, melhor atriz coadjuvante por "E O Vento Levou" (1940) foi a primeira pessoa negra a receber um Oscar.

21 - A confusão causada por Barry Fitzgerald em 1944 provocou mudanças no regulamento do Oscar. Aproveitando as regras em vigor naquela época, ele conseguiu ser duplamente indicado, como melhor ator e ator coadjuvante, por um único papel em um único filme, "O Bom Pastor".

22 - Marlon Brando, em 1972, e Robert De Niro, em 1974, receberam o Oscar ao interpretar o mesmo personagem, Dom Corleone, em "O Poderoso Chefão" e "O Poderoso Chefão II", respectivamente.

23 - William Wyler recebeu quatro Oscars, mas um deles foi honorário.

24 - Em 1949, Joseph L. Mankiewicz, praticamente perdeu para ele mesmo. Ele levou o prêmio de melhor diretor por "Quem é o Infiel?", mas o melhor filme do ano foi "A Grande Ilusão", que também era dele.

25 - Stanley Kubrick, diretor de obras “pouco” influentes como "Laranja Mecânica" e "2001 – Uma Odisseia no Espaço" e, acredite, o mestre do suspense Alfred Hitchcock nunca receberam um Oscar.

26 - Além de render o primeiro Oscar a uma diretora, "Guerra ao Terror" também é dono de um recorde curioso: teve a meor arrecadação de bilheteria da história.

27 - Só uma pessoa até hoje conseguiu ser indicada em quatro categorias por um único filme e ainda por cima duas vezes. Em 1979 Warren Beatty concorreu como melhor diretor, roteirista, ator e produtor por "O Céu Pode Esperar" e em 1982 repetiu a façanha com "Reds".

28 - Em 1968 as atrizes Barbra Streisand ("Funny Girl - A Garota Genial") e Katharine Hepburn ("O Leão no Inverno") empataram no quesito de melhor atriz.

29 - Richard Burton e Peter O’Toole foram indicados nada menos do que sete vezes, mas nunca ganharam.

30 - A pessoa mais jovem a ganhar um Oscar foi Shirley Temple, homenageada em 1935, aos seis anos, por sua já extensa carreira.

31 - Aos 29 anos e 343 dias, Adrien Brody se tornou o ator mais jovem a receber o Oscar de melhor ator por "O Pianista" (2002).

32 - Já a atriz (não coadjuvante) mais jovem foi Marlee Matlin, que tinha 21 anos e 218 dias quando recebeu seu prêmio por "Filhos do Silêncio" (1986), seu primeiro filme.

33 - Beatrice Straight levou menos de seis minutos para convencer a Academia de que sua atuação em "Rede de Intrigas" merecia o Oscar de melhor atriz coadjuvante em 1977. Foram, mais precisamente, cinco minutos e quarenta segundos, tempo total em que ela aparece durante o filme.

34 - O primeiro ator a receber um Oscar póstumo foi Peter Finch, por "Rede de Intrigas" (de 1976), e o segundo foi Heath Ledger, que em 2009 foi escolhido por sua atuação como Coringa em "Batman - O Cavaleiro das Trevas".

35 - O maestro, compositor e arranjador John Williams foi indicado 45 vezes. Você pode até não conhecer a cara dele, mas com certeza já ouviu sua obra, em filmes como "Tubarão" (1975) e "Guerra nas Estrelas" (1977), entre inúmeros outros clássicos.

36 - Já Kevin O’Connell, indicado 20 vezes por mixagem de som e que até hoje não tem uma única estatueta em casa.

37 - Uma das maiores vencedoras do Oscar, Edith Head se tornou uma lenda em Hollywood ao vestir mitos como Bette Davis, Audrey Hepburn e as estrelas dos longas de Hitchcock e por trabalhar em, literalmente, centenas de filmes.

38 - Uma produção sem qualquer mulher em cena já ganhou um Oscar de melhor filme. "Lawrence da Arábia", de 1962, tem apenas um único personagem feminino, mas trata-se de uma fêmea de camelo, chamada Gladys.

39 - Greer Garson, na época conhecida como “a rainha de Holywood”, ficou sete minutos em seu discurso de agradecimento depois de ganhar o prêmio de melhor atriz por "Rosa da Esperança" (1942).

40 - Tom Hanks deu um grande fora em seu discurso de agradecimento por melhor ator em "Filadélfia", em 1993, quando interpretou um advogado homossexual. Agradeceu a inspiração que teve em um professor do Ensino Médio, porém, o sujeito não era assumido.

(Com informações do "Vírgula")

Entretenimento