Topo

Fortaleza domina CSA e dá grande passo para permanência na primeira divisão

do UOL

Do UOL, em São Paulo

17/11/2019 20h51

O Fortaleza novamente mostrou porque é um dos bons mandantes do Campeonato Brasileiro e, neste domingo (17), garantiu mais três pontos ao vencer o CSA por 3 a 0, gols de Juninho, Tinga e Paulão. A partida foi dominada pelos donos da casa, que novamente contaram com um grande público no estádio do Castelão e somaram 29 pontos atuando em seus domínios nesta edição do principal torneio nacional.

A vitória é fruto do bom trabalho que o técnico Rogério Ceni faz no Leão. Apesar da quebra de sequência, já que o treinador deixou o cargo durante o meio da competição para comandar o Cruzeiro, o jovem treinador tem um aproveitamento positivo com o Fortaleza ao longo de todo ano, principalmente nas partidas realizadas no Castelão, palco que o Leão garantiu boa parte dos seus 42 pontos conquistados até então.

O foco das duas equipes agora é na 34° rodada do Campeonato Brasileiro quando o Fortaleza visitará o Internacional e o CSA receberá o Fluminense, jogo extremamente importante para alagoanos e cariocas, que buscam a permanência na elite nacional em 2020.

Início dominante

O Fortaleza tomou conta do jogo na primeira etapa, mesmo com a primeira grande oportunidade ter sido do CSA, após finalização do atacante Ricardo Bueno na meta defendida por Felipe Alves. A qualidade dos atacantes do Leão faziam a diferença e os visitantes tinham dificuldade de segurar a intensidade de Romarinho e André Luís, porém o jogo truncado do time alagoano não conseguiu evitar o gol de Juninho, que estufou as redes após bela cobrança de falta aos 33 minutos.

Primeiro gol de falta

Curiosamente, este foi o primeiro gol de falta do Fortaleza durante toda a edição do Brasileirão de 2019. Apesar de ser um número negativo que surpreende, não é só o clube cearense que tem números ruins neste quesito, já que foram anotados poucos mais de 10 tentos dessa maneira se contar os mais de 700 marcados por todos os times no torneio atual.

Estilo de jogo definido

O gol não mudou a forma de jogar dos donos da casa e a reta final do primeiro tempo continuou sendo um jogo de "ataque contra defesa", com o Fortaleza buscando o segundo gol para dar ainda mais tranquilidade na volta do intervalo. A postura agressiva e o toque de bola mais intenso são marcas do trabalho de Ceni, que conseguiu colocar a equipe de volta aos trilhos e a dar confiança para um grupo que tinha se perdido no meio do Campeonato Brasileiro.

Segundo tempo intenso

Na segunda etapa, os mandantes não deram qualquer chance de reviravolta para o adversário e anotou o segundo gol logo aos três minutos, com o lateral-direito Tinga, que aproveitou passe do centroavante Wellington Paulista. Cinco minutos depois, o zagueiro Paulão aproveitou cobrança de Juninho para marcar o seu e garantir os três pontos da equipe e mais uma grande atuação do Fortaleza desde a volta do técnico Rogério Ceni ao Leão.

CSA se complica na tabela

A derrota deixa o CSA em uma situação ainda mais complicada na tabela de classificação, já que o time mantém os 29 pontos e não consegue diminuir a diferença para Fluminense e Cruzeiro, que estão com 35 pontos e brigam diretamente com o Azulão para evitar o rebaixamento.

Esporte