Topo

Time da segunda divisão da Paraíba anuncia Acosta, ex-Náutico e Corinthians

@sabugyfcoficial/Instagram
Imagem: @sabugyfcoficial/Instagram
do UOL

Emanuel Colombari

Do UOL, em São Paulo

21/08/2019 19h02

O Sabugy Futebol Clube, que disputa a segunda divisão do Campeonato Paraibano, anunciou ontem a contratação do atacante uruguaio Alberto Acosta, ex-Náutico, Corinthians e Peñarol (URU), entre outros clubes.

Segundo a equipe da cidade de Santa Luzia (a 260 km da capital João Pessoa), a apresentação de Acosta deve acontecer no dia 31 de agosto, já após a estreia na competição - no domingo (25), o Sabugy recebe o Sport de Lagoa Seca. Como o novo time de Acosta joga pela segunda rodada no dia 1º de setembro, quando visita o Femar, o veterano uruguaio deve estrear apenas na terceira rodada, em 8 de setembro, fora de casa, contra a Picuiense.

"Vamos estrear no domingo, dia 25. Eu estava até agora pouco no telefone com ele, e acho que ele estará cansado (quando chegar)", explicou o gestor do Sabugy, Jefferson Sabino, que também é técnico do time, ao UOL Esporte.

#somostodossabugy

Uma publicação compartilhada por Sabugy Futebol Clube (@sabugyfcoficial) em

No último domingo (18), o clube chegou a divulgar nas redes sociais uma campanha de arrecadação virtual para pagar o salário de Acosta - até o fim da competição, em outubro, o uruguaio receberia R$ 15 mil. No entanto, Sabino anunciou que o crowdfunding foi abandonado, e que ele mesmo bancará os vencimentos do reforço. Os valores não foram revelados.

"Essa publicação já foi descartada. Nosso procedimento vai ser outro", explicou Sabino. "Isso tudo vai ser (pago) através dos meus próprios investimentos. Eu não tenho apoio, nem da própria Prefeitura que representa o clube, zero de apoio deles. Sou eu que estou, através dos meus próprios recursos, com o salário dele. Caso apareça um investidor, uma empresa interessada em tê-lo como garoto-propaganda, a gente senta e conversa", acrescentou.

Em 2019, Acosta disputou a Série A-3 do Campeonato Paulista pelo Taboão da Serra. O time ficou na 15ª posição entre os 16 clubes da competição e acabou rebaixado.

Mais Esporte