Topo

4 provas de que Robert Downey Jr. é o paizão da turma dos "Vingadores"

Divulgação
Robert Downey Jr. como Tony Stark em cena de "Vingadores: Ultimato" Imagem: Divulgação
do UOL

Beatriz Amendola

Do UOL, em Los Angeles*

2019-04-18T04:00:00

18/04/2019 04h00

Os filmes da Marvel têm, desde 2008, uma cara inconfundível: a de Robert Downey Jr. Na pele do gênio milionário, playboy e filantropo Tony Stark, o Homem de Ferro, ele abriu as portas para um universo que chegará a seu ápice no próximo dia 25, quando "Vingadores: Ultimato" estrear nos cinemas.

Foram 22 filmes e 11 anos, ao longo dos quais o ator viu sua família de super-heróis crescer, com a chegada de colegas como Chris Evans (Capitão América), Scarlett Johansson (Viúva Negra) e Tom Holland (Homem-Aranha). Isso fez de Downey Jr. mais do que apenas o veterano do grupo: ele acabou se tornando o verdadeiro patriarca da trupe.

"Eu tenho me sentido como esse babá estranho que teve a oportunidade de conduzir essa grande família. Olho em volta, e nós somos muito próximos, e ficamos ainda mais próximos a cada momento", disse o ator, quase emocionado, durante o evento de imprensa do novo "Vingadores", que o UOL acompanhou no início do mês.

Para não deixar nenhuma dúvida, trazemos aqui as provas definitivas de que Robert Downey Jr. é o grande paizão dos Vingadores - e sempre será, independentemente do destino de Tony Stark nos cinemas.

Ele oferece almoço para os colegas

Assumindo o papel de chefe nessa grande família formada pelo Universo Cinematográfico da Marvel, Downey Jr. organizou vários almoços para ajudar os colegas a se conhecerem e se entrosarem - um feito sobre o qual os outros atores da franquia já falaram.

"Nós nos divertimos muito. Passamos um tempo juntos, tivemos esses almoços 'Downey', que ele organizou para conhecer todo mundo...", entregou Don Cheadle, o Máquina de Combate, ao falar das amizades que nasceram no set de filmagens.

Assista ao trailer de "Vingadores: Ultimato"

UOL Entretenimento

Ele valoriza aniversários

Robert Downey Jr. provou que leva a sério os aniversários dos colegas ao dar um puxão de orelha daqueles em Chris Evans, que falava sobre o clima de "família" que reina entre os Vingadores. "Mas você não pôde ir ao aniversário do Paul ontem à noite?", questionou o veterano, falando de Paul Rudd (o Homem-Formiga), que havia completado 50 anos no dia anterior ao evento de "Ultimato".

"Mas calma, você foi?", rebateu o Capitão América. "Sim, eu fui, porque falei que iria. É isso mesmo. Sim, eu fui, 'sr. Honra'", respondeu o colega. Evans então perguntou a Chris Hemsworth, o Thor, se ele havia ido à festa, e acabou tomando outra bronca de Downey Jr: "Ele pelo menos mandou uma mensagem e disse 'desculpe, não vou conseguir ir'".

Alberto E. Rodriguez/Getty Images for Disney
Robert Downey Jr. durante evento de "Vingadores: Ultimato" em Los Angeles Imagem: Alberto E. Rodriguez/Getty Images for Disney

Mas tudo acabou bem: o veterano se levantou de sua cadeira e foi dar um abraço em Evans. Quer mais família do que isso?

Ele sempre tem uma tirada

Fosse uma família mais comum, Robert Downey Jr. poderia ser o tio simpático que sempre tem uma piada -- ou um comentário ligeiramente inconveniente - na ponta da língua. Bem à vontade em meio aos colegas, volta e meia o ator os interrompia com alguma tirada engraçadinha.

Ele nem esperou Chris Hemsworth abrir a boca quando o diretor Jon Favreau perguntou ao ator o que fazia de Thor um personagem tão amado. "Por que você é tão incrível? Nos conte agora", disparou o Homem de Ferro.

Mais tarde, ele voltou a brincar com Chris Evans, que respondia a uma pergunta sobre como construir uma "super-equipe" na vida real. "Você tem passado muito tempo em Washington ultimamente, Evans. E combina com você. O que você tem feito lá? Você me ouviu, p****, é uma ótima pergunta". O Capitão América não respondeu na hora, mas nós explicamos: Evans, um dos mais engajados atores de Hollywood, se encontrou com senadores democratas em fevereiro por causa de um projeto que ainda está em segredo, segundo a mídia americana.

Ele tem um coração enorme

Por trás do humor às vezes ácido de Downey Jr., está um coração enorme. Em 2018, ele se engajou em uma campanha para arrecadar fundos para o estudo de uma doença rara após conhecer Aaron Hunter, um garoto escocês de apenas 8 anos idade. O menino enfrenta a síndrome ROHHAD (sigla em inglês para obesidade de instalação rápida, disfunção hipotalâmica, hipoventilação e desregulação autonômica).

O ator assistiu a "Vingadores: Guerra Infinita" ao lado do garotinho e ficou emocionado com a reação dele à cena em que o Homem-Aranha (Tom Holland) vira pó nos braços do Homem de Ferro. "Eu assisti à cena com esse menino escocês incrível que não podia ir ao cinema, e a reação dele acabou comigo".

*A repórter viajou a convite da Disney

Mais Entretenimento