Topo

Por que os realities musicais dão tanto espaço para músicas estrangeiras?

Marcello Sá Barreto/Brazil News
É inexplicável presença de tanta música estrangeira no "The Four Brasil", da Xuxa Imagem: Marcello Sá Barreto/Brazil News
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

do UOL

Colunista do UOL*

2019-02-11T00:05:00

11/02/2019 00h05

O "The Four", da Xuxa, estreou, teve quem gostou, mas ainda é preciso descobrir a exatamente a quem o programa está se dirigindo. Alguém sabe?

A maioria dos participantes cantou músicas estrangeiras. A exceção foi um só. 

O "The Four", como se constatou, repete os mesmos enganos dos outros tantos realities da Record.

Vão bem até determinado ponto, conseguem acertar na grande maioria de detalhes, só que deixam a desejar na finalização. Pesam a mão no acabamento.

Já sobre essa questão do "festival de músicas estrangeiras", que não é uma exclusividade da Record, é bom lembrar, a produção do "The Four" ainda tem tempo para encontrar um ponto de equilíbrio. 

Resta saber se há este interesse ou se existem outros objetivos em jogo. Alguém já disse que música não tem fronteira. Então tá, não tem, mas num país como o nosso, com gêneros e estilos musicais tão diversificados, é meio inexplicável a presença ou insistência com a tamanha quantidade de trabalhos de fora. 
  
*Colaborou José Carlos Nery     

Mais Entretenimento