PUBLICIDADE
Topo
Entretenimento

Entretenimento

Doc mostra como Régis Pitbull, ex-Corinthians, virou dependente químico

Retrato do ex-jogador Régis Pitbull - Keiny Andrade/UOL
Retrato do ex-jogador Régis Pitbull Imagem: Keiny Andrade/UOL
do UOL

Do UOL, em São Paulo

07/05/2021 13h21Atualizada em 07/05/2021 13h23

Com passagens por Corinthians, Vasco da Gama e atuações no exterior, o atacante Régis Fernandes da Silva, o Régis Pitbull, vive uma realidade bem diferente hoje. É o que mostra o documentário "Salvem o Craque, Salvem do Crack", da ESPN Brasil, com reportagem de Marcelo Gomes.

O documentário, com quase uma hora de duração, vai ao amanhã no canal, às 20h (horário de Brasília), mas também pode ser assistido pelo app da ESPN.

A reportagem mostra a ascensão e queda de Régis, seu auge como atleta e como o crack afetou a si e todos ao seu redor. O documentário ainda colhe relatos de histórias parecidas na Cracolândia e depoimentos de outros ex-atletas que enfrentaram a dependência química, como Walter Casagrande.

Sou acostumado a trabalhar, jogar. Quero me sentir útil, só isso.

Régis Pitbull

Ainda na luta contra o vício em crack, Régis, aos 44 anos, participa de jogos da várzea, como mostra a matéria.

"Ele ainda tem a habilidade, faz os gols, mas falta músculo. Está definhando", diz um dos amigos do ex-jogador.

Entretenimento