Topo

Rainha e mulher surpreendente: dez fatos sobre Elizabeth 2ª

Colaboração para o BOL

2019-04-21T07:00:00

21/04/2019 07h00

Hoje é o dia da rainha! Elizabeth 2ª completa 93 anos neste domingo (21/4/2019). Confira a trajetória da mulher que ficou mais próxima da linha sucessória depois que o tio apaixonado abdicou ao trono. Casada com o primo, ela trocou cartas de amor e precisou ver o amado cumprir uma série de exigências para que pudessem subir ao altar. Está pensando que acabou? Confira isso e muito mais sobre a monarca.

  • Reprodução/Instagram @theroyalfamily

    Infância

    Filha de George 6º e Elizabeth Bowes-Lyon, Elizabeth Alexandra Mary nasceu em Londres e, aos quatro anos, ganhou uma irmãzinha: Margareth. Quando a atual rainha veio ao mundo, o reino estava sob o comando de seu avô: George 5º e, na sua frente na ordem de sucessão ainda estavam seu tio Edward e seu pai. Enquanto crescia, foi educada em casa sob o olhar atento da mãe e da governanta Marion Crawford

  • Reprodução/Instagram @theroyalfamily

    Tio seguiu o coração

    Depois que o avô de Elizabeth morreu, seu tio Edward assumiu o trono. Porém, menos de um ano depois, ele decidiu abdicar do trono para se casar com uma norte-americana divorciada. Com isso, o pai de Elizabeth assumiu o cargo quando ela tinha dez anos

  • Reprodução/Instagram @theroyalfamily

    Treinada

    No fim da Segunda Guerra, já em 1945, Elizabeth convenceu o pai de que tinha o dever de contribuir com os esforços militares de sua nação. Por isso, se uniu ao Serviço Territorial Auxiliar como segunda subalterna Elizabeth Windsor e foi treinada como motorista. Dois anos depois, fez sua primeira visita oficial ao exterior ao lado dos pais. O destino foi a África do Sul

  • Reprodução/Instagram @theroyalfamily

    Casada com o primo

    Elizabeth se casou com o príncipe Phillip Mountbatten, duque de Edimburgo, em 1947. Os dois são primos de terceiro grau e tem em comum a trisavó, rainha Victoria. Os dois se conheceram quando ela visitou, ao lado dos pais, a Escola Naval de Dartmouth, onde ele servia à Marinha Britânica. Os dois passaram a trocar cartas, mesmo enquanto ele participava do confronto no Mediterrâneo e no Pacífico durante a Segunda Guerra Mundial. Em 1946, após o fim das batalhas, ele conseguiu a permissão do rei para se casar com Elizabeth

  • Reprodução/Instagram @royal.house.of.windsor

    O amor de Philip

    Conquistar a mão de Elizabeth não foi das tarefas mais simples. Antes, foi preciso que Philip, filho do príncipe André da Grécia e Dinamarca e da princesa Alice de Battenberg, abdicasse dos seus títulos gregos e dinamarqueses e ainda se convertesse à religião oficial da Inglaterra: o anglicanismo. Philip ainda precisou se naturalizar como cidadão britânico e adotar o sobrenome do avô: Mountbatten. Depois de tudo isso, ele conseguiu levar sua princesa ao altar após um noivado de cinco meses

  • Reprodução/Instagram @theroyalfamily

    No lugar do pai

    A partir de 1951, quando o genitor e então rei, começou a apresentar saúde delicada, Elizabeth passou a representá-lo em compromissos oficiais. Em 1952, ele morreu e, na sequência, aos 27 anos, ela foi coroada rainha da Inglaterra

  • Reprodução/Instagram @theroyalfamily

    Reinado

    Entre as medidas que acabaram marcando o seu tempo no poder está o processo de emancipação de diversas colônias que, mesmo após se tornarem independentes, continuavam ligadas à comunidade britânica, entre elas a Índia, a Birmânia, a Irlanda, a África do Sul e o Paquistão

  • Reprodução/Instagram @royal.house.of.windsor

    Herdeiros

    Em 1948, nasceu o primogênito da rainha: o príncipe Charles. Na sequência vieram ou outros três herdeiros do relacionamento entre ela e Philip: Anne Elizabeth, Andrew Albert e Edward Antony

  • Reprodução/Instagram @theroyalfamily

    Recorde

    Elizabeth 2ª é considerada a rainha que ocupou o trono britânico por mais tempo. Ficando na frente da tataravó Victoria, que até então detinha esse recorde, tendo ocupado o posto por 63 anos e 216 dias. Ao completar 90 anos em 2016, ela também se tornou a primeira realeza nonagenária

  • Reprodução/Instagram @theroyalfamily

    Viajada

    Elizabeth 2ª é a chefe de Estado que mais viajou na história da Inglaterra! Ela e o marido, Philip, deram a volta ao mundo em seis meses entre 1953 e 1954. Como rainha, ela já marcou presença em visitas oficiais em diversas nações europeias e também em outros continentes. Em 1968, esteve no Brasil para acompanhar de pertinho a inauguração do MASP - Museu de Arte Moderna de São Paulo

Mais Listas