Topo

É Páscoa: 14 fatos curiosos sobre a data

Colaboração para o BOL

2019-04-20T07:00:00

20/04/2019 07h00

A Páscoa é a celebração da ressurreição de Cristo, três dias após sua morte, conforme o Novo Testamento. É o mais antigo feriado cristão e o dia mais importante do ano eclesiástico. Mas por que o coelho é o símbolo da Páscoa? E porque presenteamos com ovos de chocolate? Veja essa e outras curiosidades sobre essa celebração.

  • Reprodução/Hillcrestsc

    Tudo começou...

    A festa surgiu cerca de 1.400 anos do nascimento de Jesus para celebração da primavera - no hemisfério norte - por pastores nômades. Por volta da metade do século 2, a celebração foi integrada aos ritos cristãos representando a ressurreição de Jesus Cristo

  • Reprodução/MLC Ministries

    O nome

    A palavra "Páscoa" chegou ao português através do latim e, antes do grego "pascha", no sentido de pastagem ou alimento, por ser o momento de terminar o jejum da Quaresma

  • Reprodução/Etsy

    Pesach

    Outra explicação para a origem da palavra é o hebraico "pesach", que significa passagem. Esta associação é feita pela coincidência de datas das celebrações de cristãos e judeus. Para os judeus, a Páscoa, ou Pessach, comemora a fuga dos hebreus do Egito

  • Reprodução/CatnipStudioCollage

    Coelhinho

    A tradição do coelhinho da Páscoa chegou à América no século 18, vinda da Europa, onde o símbolo era uma lebre. O coelho representa a fertilidade

  • Reprodução/pearlsofprofundity

    Quando é comemorada

    Cristãos do ocidente e o oriente comemoram a Páscoa em épocas diferentes, porque o cristianismo oriental é baseado no calendário juliano, e o ocidental considera o calendário gregoriano. A Páscoa é uma festa móvel comemorada no primeiro domingo depois da lua cheia após o início do equinócio da primavera no hemisfério norte, variando entre 22 de março e 25 de abril

  • Reprodução/avestra-stock.deviantart

    Outro símbolo

    O lírio branco é a flor símbolo da Páscoa por representar a ressurreição

  • Reprodução/knowle.solihull.sch

    Símbolo do renascimento

    A tradição dos ovos de Páscoa vem de antes da incorporação da data como evento religioso. Em muitas culturas, as pessoas trocavam ovos como símbolo do renascimento

  • Reprodução/redeeminggod

    Túmulo vazio

    O ovo também já foi associado a um túmulo vazio, lembrando a ressurreição

  • Reprodução/mypetchicken

    Ovos de galinha

    Originalmente, os ovos de Páscoa eram ovos de galinha vazios e pintados com corantes naturais, como casca de cebola e flores

  • Reprodução/starstruckworld

    Joias raras

    Reis europeus costumavam dar de presente ovos de porcelana decorados com ouro e joias. A partir de 1885, a família imperial russa passou a presentear com ovos de metais preciosos que continham esculturas em miniatura em seu interior, criados pelo joalheiro Peter Carl Fabergé. Hoje, as peças de Fabergé são consideradas joias raras

  • Reprodução/2 Stews

    Ovos de galinha

    Mais tarde, os franceses começaram a rechear os ovos de galinha com chocolate, e o recheio acabou se tornando mais popular que a casca

  • Reprodução/freeimages

    Ovos de chocolate

    Os ovos totalmente feitos de chocolate surgiram no final do século 19

  • Reprodução/Candyusa

    Por onde começar

    Um estudo mostrou que 76% das pessoas que comem um coelho de chocolate começam mordendo as orelhas. 5% começam pelos pés, e 4% mordem primeiro o rabo do coelho

  • Reprodução/YouTube

    Super produção

    Em 2018, o Brasil produziu 11 mil toneladas de ovos e produtos de Páscoa, segundo informação da Associação Brasileira das Indústrias de Chocolates, Amendoim e Balas (Abicab), 26% mais que o registrado no ano anterior

Mais Listas