Topo

Oito dicas para mandar bem na hora de fazer beijo grego

Getty Images/Vetta
Imagem: Getty Images/Vetta

Colaboração para o BOL

27/08/2018 08h00

Já dizia Sandy: "É possível ter prazer anal". Por isso, hoje, vamos falar sobre beijo grego, que nada mais é que a prática de beijar e lamber o ânus do seu parceiro ou parceira. O ato pode ser bem agradável para eles e para elas, uma vez que a região está cheia de terminações nervosas, que fazem desse carinho uma enorme fonte de prazer. Não importa a orientação sexual e sim a vontade de descobrir novas formas de curtir juntinho na cama! Quer saber como se preparar para essa aventura? Confira as dicas a seguir.


Leia também:

  • Orlando/UOL

    Acordo mútuo

    Bumbum se pede e se conquista! O consentimento deve ser sempre o primeiro passo. Portanto, converse com o seu parceiro ou parceira sobre a possibilidade de acrescentar a prática ao repertório de vocês. Caso haja um sinal verde para a experiência, seja sensível, comece com carinhos, durante o sexo oral deslize a boca devagar até a região posterior e perceba se a outra pessoa ainda está confortável, caso haja qualquer objeção, interrompa e procure outras áreas também sensíveis do corpo do parceiro ou parceira. Se for de comum acordo, vocês podem voltar a tentar novamente em outro momento

  • Reprodução/UOL Mais

    Limpinho e cheiroso

    Higiene sempre! Depilar a área fica a critério, mas um bom banho com água e sabão é essencial para deixar a região pronta para que o outro coloque a boca. Vocês podem cuidar dessa parte juntos, em um banho a dois, inclusive, dando início às carícias. Caso queira deixar um cheirinho especial, use um creme ou gel

  • Leo Gibran/UOL

    Sem vergonha

    Deixe o pudor de lado para o prazer rolar melhor entre as duas partes. Essa é apenas mais uma parte da transa com o seu parceiro, por isso, procure agir naturalmente, como faria ao praticar outras posições. Transmitir segurança ao outro é fundamental, especialmente para quem vai receber o beijo pela primeira vez. Depois de iniciarem os trabalhos, a vergonha, rapidamente, dará lugar ao tesão e vocês poderão curtir muito juntinhos

  • Didi Cunha/UOL

    Olho no lance

    Você e a outra pessoa precisam encontrar uma posição agradável para ambos. Pensando nisso, o casal pode iniciar o ato com o sexo oral convencional e ir deslizando com beijos molhados até o ânus. Com o parceiro de costas ou em posição 69 pode facilitar a brincadeira. Se você vai dar o beijo e não tem certeza para onde olhar ou como segurar o parceiro, deixe-o de bruços, assim vocês não precisarão trocar olhares em um primeiro momento, se não quiserem. Além disso, você terá mais controle sobre a região, podendo afastar as nádegas do parceiro com as mãos e estimular a região interna do ânus, proporcionando mais prazer. Acompanhe as reações obtidas a cada carícia, os movimentos e sons de quem está recebendo o beijo grego e, assim, saiba como e onde pode avançar para obter mais intensidade da transa

  • Reprodução/HBO

    Haja fôlego

    Ao movimentar a língua intensamente, você precisa controlar melhor a respiração. Ou seja, ter fôlego é essencial. Prenda o ar enquanto exercita a língua e passe a respirar a cada cinco segundos, isso deixará o seu controle sobre as lambidas dadas mais estável, melhorando o seu desempenho e deixando a outra pessoa com cada vez mais tesão

  • Reprodução/Twitter @Kerry25Rhodes

    Movimentação

    Não economize saliva. Lamba suavemente a região erógena, deslizando a língua para cima e para baixo, alternando com movimentos circulares, procurando relaxar quem está recebendo a carícia. Assim que sentir o parceiro mais descontraído, inicie a penetração do orifício, fazendo movimento de entra e sai, primeiro só com a pontinha da língua e depois com o restante - mas nunca use os dentes durante esse processo! Não deixe os órgãos genitais de lado e use as mãos, garantindo carinhos e, se a posição permitir, masturbação. O bumbum também merece uma mão boba. Para deixar mais confortável, vocês ainda podem colocar um travesseiro embaixo da pélvis da pessoa que está recebendo os beijos

  • Reprodução/Istock/Vila Mulher/UOL

    O primeiro passo para algo maior

    O beijo grego pode ser uma boa preliminar para o sexo anal. Se sentir que o parceiro gostou da experiência, você pode propor a penetração por trás para continuar a diversão. Só não se esqueça de ter a mão lubrificante e camisinha. Além disso, não volte para o sexo vaginal sem trocar de preservativo

  • Orlando/UOL

    Não se esqueça da proteção

    Use sempre preservativo para evitar ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis)! Uma boa opção são toalhinhas de látex, que também previnem situações desagradáveis, como um gostinho indesejável. Caso não tenha uma, você pode providenciar uma proteção bucal cortando a ponta da camisinha e, depois, cortando-a longitudinalmente

Mais Listas