PUBLICIDADE
Topo
Listas

Listas

Confira a trajetória de sucesso de Sabrina Sato

do BOL

04/02/2018 07h00

Já são 38 anos de puro lacre! A "japa", como é chamada carinhosamente, tem trabalhado e construído ano após ano, não apenas um corpão escultural, mas uma carreira proeminente na TV. Confira o passo a passo do sucesso trilhado por Sabrina, que faz aniversário nesta segunda (4).

  • Arquivo pessoal

    Antes da fama

    O sonho de Sabrina sempre foi conquistar a fama. Com esse intuito, ela saiu de casa, no interior de São Paulo, e foi para a capital aos 16 anos. Na sequência, a japa acabou indo para o Rio de Janeiro cursar faculdade de Dança

  • Reprodução/Instagram

    Bailarina do Faustão

    Já no Rio, Sabrina deu os primeiros passos rumo ao sonho de ser famosa. Atuando como figurante de novelas da Globo, ela teve em "Porto dos Milagres", em 2001, um de seus papéis mais marcantes ao interpretar uma das prostitutas de Rosa Palmeirão (Luiza Tomé). Foi ainda durante esse período, que a bela entrou para o balé do "Domingão do Faustão". No entanto, engana-se quem pensa que a carreira de atriz da gata não passou dessa época, ela também já participou de filmes, como "O Concurso", em que beija Caio Castro

  • João Miguel Jr./TV Globo

    BBB

    Diretamente de Penápolis, no interior de São Paulo, Sabrina tornou-se conhecida no Brasil todo ao entrar para o Big Brother Brasil 3 em 2003. "Eu estava trabalhando em uma loja em São Paulo e uma amiga me falou que as inscrições para o programa estavam abertas. Vim para Penápolis e fiz a filmagem, mas não fiz nada demais. Mandei a fita e quando menos eu esperava, fui classificada entre os 100 finalistas", disse ela em entrevista à Folha da Região. Durante o confinamento ela engatou um romance com Dhomini e chamou atenção por um fato peculiar: não gostar de lavar as calcinhas. Em determinado momento do programa, a japa chegou a juntar 15 peças sujas. O reality trouxe uma guinada na vida de Sabrina, que ao lado de Grazi Massafera, é considerada uma das ex-BBBs mais bem sucedidas da história do programa. Porém, ao falar para a Marie Claire sobre seu romance dentro da casa, a gata, que já revelou ter perdido a virgindade aos 20 anos, foi bem direta: "Sabe por que me apaixonei pelo Dhomini? Estava carente, um ano sem transar" Leia mais

  • Reprodução/UOL

    Playboy

    Ao deixar o reality, segundo o Observatório da Imprensa, Sabrina foi desacreditada por Boninho que afirmou para o pai da japa que o máximo que ela conseguiria fazer após o programa seria posar nua. De fato, Sabrina exibiu suas curvas perfeitas em revistas algumas vezes, só para a Playboy foram dois ensaios. "Posei duas vezes. Já tá de bom tamanho. Era para ser uma vez só, mas eu enchi o saco da minha irmã [Karina Sato, que também é empresária da ex-BBB] para posar de novo. Gostei, né? Sempre fiquei pelada na frente de todo mundo, lido muito bem com isso. E sou muito exibida. Por mim eu seria uma índia, viveria nua", contou em entrevista a Giovanna Ewbank. Na edição de 35 anos da Playboy, a publicação perguntou a alguns famosos qual era o melhor bumbum da história da revista até então e Sabrina levou o título

  • Eduardo Knapp/Folha Imagem

    Pânico

    Com seus bordões "oi, gente!" e "é verdade", Sabrina conquistou a audiência do "Pânico", ainda na rádio Jovem Pan. Meses depois, o programa ganhou uma versão na televisão e a japa, claro, foi junto. Inicialmente, fazia uma espécie de papel de mulher bonita, porém sem inteligência, mas aos poucos, foi ganhando cada vez mais destaque na atração, comandando quadros e tornando-se a principal estrela do programa, no qual permaneceu por dez anos. "Nunca liguei para essa coisa de ser considerada a gostosa burra. Sabe por quê? É meu personagem. Trocava frases e nomes das pessoas de propósito. Fiz tão bem que todo mundo acreditou. Errado, para mim, é tirar sarro de quem é inferior", afirmou em entrevista para a Marie Claire Leia mais

  • Montagem/BOL

    Perde a amiga, mas não perde o emprego

    Porém, foi justamente por "tirar sarro" que Sabrina rompeu relações com sua, até então, melhor amiga, Preta Gil. Em 2008, as duas foram à praia e o "Pânico", programa em que a japa trabalhava, resolveu fazer uma "reconstituição" do passeio. Nas cenas feitas pela atração, Sabrina aparece ao lado de uma mulher, que interpreta a filha de Gilberto Gil, e quando a amiga "encalha" na praia, a ex-integrante do programa a puxa do mar com uma corda. As cenas foram exibidas enquanto os humoristas riam e ofendiam Preta por conta de seu peso. Magoada, a cantora entrou com um processo contra o humorístico e se afastou de Sabrina, que tentou se defender para a mídia: "Eu não tenho escolha, trabalho em um programa de humor...". "Ela é uma querida, mas foi fraca. Como mulher, artista e minha amiga, tinha a opção de não fazer, mas fez. Sabe aquele ditado 'não perco a piada, mas perco o amigo'? Foi a escolha dela", pontuou Preta. As duas voltaram a se falar, mas a amizade nunca mais foi a mesma

  • Reprodução/Instagram @sabrinasato

    Cantora

    Após três anos de "Pânico", Sabrina viu a atração ser reclassificada e levou a culpa. Segundo a direção, o quadro que a japa fazia na época com as panicats teria sido a razão para que o programa passasse a ser exibido depois das 20h em vez de às 18h. Por conta disso, ela ficou meses afastada do humorístico e, sem querer perder a fama, recorreu a outro meio para se manter na mídia. Com uma música funk composta por Rosana Herman, então roteirista do "Pânico", a pedido da própria japa, Sabrina marcou presença nos principais programas de TV da época, lançando-se como cantora, mas a carreira não vingou e ela acabou voltando para o "Pânico"

  • Reprodução/Instagram @sabrinasato

    Empresária

    Além de ser apresentadora e manter o corpo escultural, Sabrina também investe pesado em diversificar seus negócios. Ela é sócia dos irmãos em um escritório que agencia artistas, possui um salão de beleza, já lançou roupas e calçados licenciados e marca presença no mercado de ações, tudo sob o olhar atento da irmã mais velha, Karina, que gerencia sua carreira e negócios

  • Reprodução/Instagram @sabrinasato

    Estrela da Record

    Em dezembro de 2013, Sabrina resolveu largar a Band, emissora na qual atuava pelo "Pânico", e ir para a Record investir pesado em sua carreira solo como apresentadora. O "Programa da Sabrina" estreou em abril de 2014, foi sucesso total e despertou a ira dos ex-companheiros da japa. Sempre que alguma imagem antiga do "Pânico" ia ao ar, o rosto da apresentadora era coberto com uma tarja. Além disso, após a saída da gata, o humorístico resolveu colocar uma nova integrante em seu lugar, uma cadela com o nome de Fiel, em referência a Sabrina, que para a direção e para seus colegas humoristas foi uma traidora ao trocar de emissora

  • Reprodução/Instagram @sabrinasato

    Carnaval

    Sabrina Sato marcará seu retorno ao Carnaval após o nascimento de Zoe, sua primeira filha. A apresentadora, que recebeu em setembro do ano passado o título de rainha de bateria, fará seu 15º desfile pela Gaviões da Fiel, escola do Grupo Especial de São Paulo Leia mais

  • Reprodução/Instagram @sabrinasato

    Amores

    Conforme já lembramos aqui, no BBB, Sabrina engatou romance com Dhomini, com quem também ficou fora do reality. Porém, o amor deles chegou ao fim e o coração da japa se abriu novamente quando ela, já no "Pânico", se apaixonou pelo humorista Carlos Silva, o Mendigo, com quem foi morar. Quando essa paixão não vingou, foi a vez de a fila andar para o lado do empresário Ernani Nunes, com quem a apresentadora ficou por um ano. Não deu certo e, ao seguir o baile, Sabrina caiu de amores por Fábio Faria, atualmente genro de Silvio Santos, com quem se relacionou por três anos. Em 2013, pintou um romance entre a bela e o ator João Vicente de Castro, ex-marido de Cleo Pires, mas em 2015, eles terminaram. Atualmente, o dono do coração da artista é o também ator Duda Nagle, pai de sua primeira filha, Zoe

  • Reprodução/Instagram

    Maternidade

    Sabrina Sato deu à luz sua primeira filha, Zoe, no dia 29 de novembro de 2018. Após 24 horas em trabalho de parto, ela foi submetida a uma cesárea, na maternidade Pro Matre Paulista, em São Paulo. Ela passou a noite estimulando o parto normal com exercícios na bola de pilates e também em uma banheira, sempre ao lado de Duda. Porém, devido a complicações, Sabrina teve que fazer uma cesárea Leia mais

Listas