PUBLICIDADE
Topo

Claudia Leitte diz que ficou 'paranóica' e alucinou de pavor no pós-parto

Claudia Leitte e a filha Bela - REPRODUÇÃO/INSTAGRAM
Claudia Leitte e a filha Bela Imagem: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM
do UOL

Colaboração para o UOL

09/04/2020 21h33

Claudia Leitte contou hoje à noite, em bate-papo com Fábio Porchat em live no Instagram, que teve a chamada baby bues logo após o nascimento da filha, Bela. A cantora disse que ficou "muito mais que paranóica" em razão do desquilíbrio hormonal e que não deixava nem seu marido, Márcio Pedreira, tocar a bebê.

"Eu tive um negócio que nunca havia tido antes: o baby blues. É um negócio horrível, sinistro. Não é uma depressão pós-parto, mas é uma espécie de depressão. Eu não deixava ninguém tocar a minha filha. Meu marido, minha mãe ajudando, e eu não permitia. Ultrapassava os limites de cuidado. Estava muito mais que paranóica".

"Eu dei uma alucinada e vi coisas estranhas; meu marido ficou assustadíssimo. Acordei de noite e vi um monte de bicho em cima da Bela. Foi muito doido".

Mãe de três crianças, ela diz que percebeu que estava com problemas ao conversar com uma amiga que teve as mesmas manifestações. A artista, então, foi ao médico e ouviu dele que os sintomas deveriam passar em seis semanas.

Claudia diz ter ficado bem em três semanas e credita à gravação do vídeo de "Rebolada Bruta" uma parte importante em sua recuperação. "Ali, me senti como Claudinha de novo".

A cantora está em Miami (EUA), em isolamento social com a família — Márcio e os filhos, Davi, 11 anos, Rafael, 7, e Bela, 8 meses.

Entretenimento