PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Zema afirma que reajuste da Cemig aprovado em maio não vai vigorar

Governador de MG diz que não vai aplicar o reajuste de 4,27% nas contas dos consumidores - Angelo Savastano/Folhapress
Governador de MG diz que não vai aplicar o reajuste de 4,27% nas contas dos consumidores Imagem: Angelo Savastano/Folhapress

Renato Carvalho

06/08/2020 18h54

Em coletiva de imprensa realizada nesta quinta-feira, 6, via redes sociais, o governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), informou que a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) não vai aplicar o reajuste nas contas dos consumidores de 4,27%, que foi aprovado em maio.

Ontem (05), a companhia havia comunicado que está contestando reajuste aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), e que pediria a devolução de R$ 714,4 milhões aos clientes de seu braço de distribuição.

Segundo informações da Agência Minas, o cancelamento do aumento, que se refere ao reajuste anual, é resultado de negociação entre o governo e a presidência da Cemig.

Zema diz que a medida faz parte do esforço para amenizar os impactos da pandemia de covid-19 na população do Estado. Ainda segundo o governo, a iniciativa deve beneficiar também pequenos empresários.

Notícias