PUBLICIDADE
Topo

PF pede prorrogação de inquérito sobre suposta interferência de Bolsonaro

Presidente Jair Bolsonaro e ex-ministro da Justiça Sergio Moro - ADRIANO MACHADO
Presidente Jair Bolsonaro e ex-ministro da Justiça Sergio Moro Imagem: ADRIANO MACHADO
do UOL

Do UOL, em São Paulo

29/05/2020 16h33

A Polícia Federal pediu hoje ao ministro Celso de Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal), a prorrogação do inquérito que apura uma suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro no órgão por 30 dias.

A investigação surgiu após a saída de Sergio Moro do cargo de ministro da Justiça e Segurança Pública. O ex-titular da Pasta fez acusações contra Bolsonaro na entrevista coletiva em que anunciou a exoneração.

Celso de Mello, que é relator do caso, pediu à PGR (Procuradoria-Geral da República) que se manifeste antes de decidir sobre um novo prazo para as investigações.

O pedido de prorrogação foi encaminhado ao STF pela delegada Christiane Corrêa Machado, chefe do Serviço de Inquéritos da Diretoria de Investigação e Combate ao Crime Organizado da Polícia Federal.

Notícias