Topo

Milhares de pessoas vão às ruas pedir a renúncia do presidente do Haiti

13/10/2019 20h37

Porto Príncipe, 13 out (EFE).- Dezenas de milhares de pessoas foram neste domingo às ruas de Porto Príncipe, capital do Haiti, para exigir a renúncia do presidente do país, Jovenel Moise, em um protesto convocado por artistas.

Esta foi a maior manifestação desde o início dos protestos contra o governo, em 16 de setembro. Participaram do ato importantes cantores do país, como Izolan, Mathias e Ti Djo Zenny, além de crianças, jovens e adultos.

A passeata começou em frente ao Teatro Rex, em Champs de Mars, perto do Palácio Nacional, e foi até Pétion-Ville, no sudeste de Porto Príncipe, onde Moise vive.

Ao contrário da grande maioria dos protestos registrados desde meados de setembro, a manifestação de hoje foi pacífica.

A crise começou pelo desabastecimento de combustível em agosto, mas foi reunindo outros fatores de descontentamento da população, como o desemprego, a inflação e a crescente insegurança em Porto Príncipe.

As manifestações contribuíram para paralisar há quase um mês praticamente toda a atividade econômica do país, assim como as escolas e o sistema de transporte público.

Na última terça-feira, Moise nomeou uma comissão para dialogar com a oposição e buscar uma saída para a crise política. Apesar da proposta, crescem os pedidos de renúncia do presidente, que está no poder desde 2017. EFE

Notícias