Topo

Arábia Saudita retira restrições de viagens para mulheres

21/08/2019 10h50

ROMA, 21 AGO (ANSA) - A Arábia Saudita já está autorizando que mulheres adultas viagem ao exterior sem a necessidade da aprovação de um tutor do sexo masculino, segundo informou nesta terça-feira (20) a agência estatal "SPA".   

De acordo com a imprensa do país, a medida faz parte de uma reforma no sistema legal da nação asiática. Tirar o passaporte e realizar viagens para outros países passou a ser permitido para as sauditas com mais de 21 anos de idade.   

"Os departamentos de passaportes e de estado civil, assim como suas filiais em todas as regiões do reino, começaram a trabalhar nas modificações estipuladas pelo decreto real", informou a "SPA", citando uma fonte do Ministério do Interior da Arábia Saudita.   

As mulheres sauditas também poderão registrar seus filhos ou informar a morte de um parente. Anteriormente, a tarefa era somente realizada pelo marido, pai ou tutor masculino.   

Conservadora e religiosa, a Arábia Saudita mantém uma política restrita às mulheres, obrigando -as a terem permissão de um homem da família para trabalhar, estudar, se casar e até passar por tratamentos médicos.   

No entanto, apesar de ser um dos países que mais reprimem o sexo feminino no mundo, o país vem adotando medidas de abertura nos últimos anos, como permitir que mulheres dirijam ou assistam a jogos de futebol no estádio.   

O processo de reforma é liderado pelo príncipe herdeiro Mohammed bin Salman, acusado de ser o mandante do assassinato do jornalista Jamal Kashoggi, morto e torturado no consulado do país em Istambul, na Turquia.(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Mais Notícias