Topo

Retrospectiva 2018: as mortes dos famosos que marcaram o ano

do BOL, em São Paulo

02/12/2018 23h50

O BOL relembra nesta lista algumas das celebridades que nos deixaram ao longo do ano. Foi neste ano, por exemplo, que o mundo perdeu a excepcionalidade do consagrado físico Stephen Hawking, as inesquecíveis vozes de Aretha Franklin e Dona Ivone Lara, e as talentosas atrizes brasileiras Tônia Carreiro e Beatriz Segall; relembre a seguir as mortes de 2018.

Leia mais em:

  • Daniel Marenco/Folhapress

    Carlos Heitor Cony

    No dia 6 de janeiro, o Brasil se despediu do escritor e jornalista Carlos Heitor Cony. Aos 91 anos, ele estava internado desde dezembro de 2017 com problemas no intestino e teve falência múltipla de órgãos. Cony era dono de três prêmios Jabuti e era o quinto ocupante da cadeira de número 3 da ABL desde 2000. Leia mais

  • João Miguel Júnior/TV Globo

    Henrique César

    Com seis décadas de carreira e dezenas de trabalhos no cinema, teatro e televisão, o ator Henrique César morreu aos 84 anos após ficar internado por uma e pneumonia e uma metástase de um carcinoma. O ator trabalhou em 45 novelas, em praticamente todas as emissoras do Brasil. Na Globo, por exemplo, integrou o elenco de "A Viagem" (1994), "Por Amor" (1998), "Páginas da Vida" (2006) e mais. O último papel foi em "Babilônia" (2015). Ele morreu no dia 9 de janeiro, três dias antes de completar 85 anos. Leia mais

  • Paul Jeffers/Getty Images

    Dolores O'Riordan

    A cantora Dolores O'Riordan, vocalista da banda The Cranberries, foi encontrada morta na banheira do quarto de hotel onde estava hospedada, em Londres, no dia 15 de janeiro aos 46 anos. Um inquérito conduzido pelas autoridades britânicas atestou que ela morreu afogada devido a uma intoxicação alcoólica. A cantora ficou famosa durante os anos 90, quando o The Cranberries emplacou hits como "Linger" e "Zombie". Leia mais

  • Jason Redmond/Reuters

    Mark Selling

    Após ficar desaparecido, o ator de "Glee" Mark Selling foi encontrado morto no dia 30 de janeiro, aos 35 anos de idade. O corpo do norte-americano foi encontrado próximo a um rio em Los Angeles (EUA). A autópsia identificou asfixia por enforcamento e concluiu que Mark se suicidou. Em 2017, o ator havia se declarado culpado de acusações de posse de pornografia infantil e esperava em liberdade a sentença do caso. Leia mais

  • Nelson di Rago/Divulgação/TV Globo

    Oswaldo Loureiro

    O ator e diretor Oswaldo Loureiro Filho morreu no dia 3 fevereiro aos 85 anos. Afastado das atividades artísticas desde 2011, sofria de Alzheimer. Oswaldo fez mais de 140 peças, dirigiu programas de TV e atuou em mais de 30 novelas, com destaque para "Roque Santeiro" (1985), "Que Rei Sou Eu?" (1989) e "Pecado Capital" (1998). Seu último trabalho na TV foi em "A Lua Me Disse" (2005), no papel do deputado Boaventura. Leia mais

  • Divulgação/Netflix

    Reginald Cathey

    O ator americano Reg Cathey, conhecido pelas séries "House of Cards" e "The Wire", morreu aos 59 anos em 9 de fevereiro. A data e a causa da morte não foram divulgadas. A notícia foi confirmada pelo criador de "The Wire", David Simon. Em "House of Cards" ele ficou famoso pelas costelinhas que seu personagem, o cozinheiro Freddy, faz para Frank Underwood (Kevin Spacey). Na segunda temporada, ele se torna funcionário da Casa Branca. Leia mais

  • Divulgação

    Tônia Carrero

    Ícone do teatro e do cinema brasileiros, a atriz Tônia Carrero morreu aos 95 anos após sofrer uma parada cardíaca antes de uma cirurgia para tratar uma úlcera no dia 3 de março. Tônia atuou em 54 peças, 19 filmes e 15 novelas e vivia há mais de uma década reclusa, com dificuldades de fala e locomoção; ela sofria de hidrocefalia (excesso de líquido no cérebro). Tônia participou das inesquecíveis obras "Cara a Cara" (1979), "Sassaricando" (1987), "Um Só Coração" (2004) e mais. O último trabalho foi na novela "Senhora do Destino" (2004). Leia mais

  • Reprodução/Facebook

    Bebeto de Freitas

    No dia 13 de março, morreu Bebeto de Freitas, ex-presidente do Botafogo e técnico da "geração de prata" da seleção brasileira masculina de vôlei. Com 68 anos. ele sofreu uma parada cardíaca e não resistiu durante um evento no clube. O dirigente participava do lançamento do time de futebol americano do clube, quando passou mal. Leia mais

  • Divulgação

    Stephen Hawking

    O notável físico morreu aos 76 anos, no dia 14 de março, por complicações da esclerose lateral amiotrófica, doença degenerativa com a qual conviveu desde a juventude. Ele ficou mundialmente conhecido como o cientista que vivia recluso em uma cadeira de rodas computadorizada sem poder mexer o corpo franzino e atrofiado e como o pensador que conquistou reinados da física ao ajudar a entender a origem do Universo e o papel dos buracos negros. Leia mais

  • Divulgação

    Carlos Eduardo Miranda

    Famoso jurado do reality show Ídolos, Miranda morreu aos 56 anos após passar mal em casa no dia 22 de março. Natural de Porto Alegre (RS), Miranda começou a se destacar como produtor musical nos anos 1980. Foi ele quem fundou a Banguela Records, importante bancada para o rock da década de 90. Como empresário e produtor, lançou também Skank, Raimundos, O Rappa e Cansei de Ser Sexy. Leia mais

  • Ana Branco/Agência O Globo

    Agildo Ribeiro

    O ator Agildo Ribeiro morreu no dia 28 de março, aos 86 anos, após problemas cardíacos. Conhecido pela veia humorística, teve uma longa carreira, que começou no teatro ainda nos anos 1950, passou pelo rádio e alcançou o auge na TV, onde foi um dos primeiros contratados da TV Globo e esteve à frente de programas como "Satiricom" (1973) e "Planeta dos Homens" (1976). Um dos trabalhos memoráveis de Agildo foi no programa "Zorra Total" da Globo. Leia mais

  • Ricardo Borges/Folhapress

    Dona Ivone Lara

    Conhecida como "Rainha do Samba" ou "Grande Dama do Samba", a artista Dona Ivone Lara deixou o mundo da música em luto no dia 16 de abril. Com 97 anos, a cantora lutava contra uma infecção renal com complicações causadas pela idade. Eternizada pela voz e autoria de "Sonho Meu", ela tem 19 discos gravados e diversas canções regravadas por aristas como Maria Bethânia, Elza Soares, Martinho da Vila, Arlindo Cruz e mais. Leia mais

  • Reprodução/Facebook

    Avicii

    Aos 28 anos, Tim Bergling, a estrela sueca da música eletrônica conhecida como Avicii, foi encontrado morto no dia 20 de abril. Em um comunicado divulgado após o falecimento do DJ, a família deu indício de que Avicii teria cometido suicídio, afirmando que ele "lutava contra a vida e não poderia continuar por mais tempo". A polícia de Omã revelou ter encontrado drogas no quarto no qual o DJ sueco Avicii morreu. Leia mais

  • Folhapress

    Eloísa Mafalda

    A atriz morreu aos 93 anos por causa natural no dia 16 de maio deste ano. Mafalda Theotto, mais conhecida como Eloisa Mafalda, começou a carreira no rádio e estreou na televisão na TV Paulista. Na dramaturgia global, foi imortalizada pelos papéis de Dona Pombinha na novela "Roque Santeiro" (1985) e de Dona Nenê na primeira edição da série "A Grande Família" (1972). O último papel da atriz foi em "Beijo do Vampiro" (2002). Leia mais

  • Anthony Bourdain

    O chef, escritor e apresentador de TV Anthony Bourdain morreu no dia 8 de junho aos 61 anos. O corpo de Bourdain foi achado por um amigo, o chef Eric Ripert, no quarto de hotel em que estava hospedado. A suspeita é de que ele morreu por suicídio. Bourdain ficou conhecido não só por seus programas de TV, mas, antes disso, também por seus livros, em que explorava não apenas a comida, mas viagens e a condição humana, defendendo populações marginalizadas e fazendo campanha por melhorias na condição de trabalho em restaurantes. Leia mais

  • Reprodção/CNN

    Maria Esther Bueno

    A lenda do tênis Maria Esther Bueno deixou saudade no meio esportivo ao morrer aos 78 anos no dia 8 de junho. A ex-atleta de 78 anos, que fez história durante as décadas de 1950 e 1960, estava internada no Hospital 9 de Julho, em São Paulo, após ser diagnosticada com um câncer na boca. Posteriormente, a doença afetou seu ombro e suas costas. Maria Esther Bueno conquistou sete títulos de Grand Slam de simples - quatro no Aberto dos Estados Unidos e três na tradicional grama de Wimbledon. Ela ainda levantou o troféu nas duplas em 12 oportunidades. Leia mais

  • Jack McCain

    XXXTentacion

    O rapper norte-americano XXXTentacion, de 20 anos, foi baleado e morto enquanto comprava uma moto nos EUA no dia 18 de junho. O nome verdadeiro de XXXTentacion era Jahseh Dwayne Onofroy. Ele nasceu em 23 de janeiro de 1998 na cidade de Plantation, na Flórida, nos EUA. Em seu álbum de estreia, chamado "17" (2017), XXXTentacion estreou na segunda colocação das paradas norte-americanas. Já o segundo disco, "?" chegou ao topo das paradas na Billboard. Leia mais

  • Reuters

    Joe Jackson

    Em 27 de junho, Joseph Jackson, o pai do astro Michael Jackson morreu aos 89 anos após ser hospitalizado depois de um câncer terminal. Apesar de diversas polêmicas, ele foi o responsável pela criação do grupo Jackson 5, que deu início à carreira de sucesso do filho. Leia mais

  • Alexandre Schneider/UOL

    Zombie Boy

    Conhecido como Zombie Boy, o modelo canadense de 32 anos foi encontrado morto em seu apartamento em Montreal no dia 1º de agosto. Segundo as autoridades locais, a causa da morte seria suicídio. Completamente tatuado, ele ficou reconhecido internacionalmente depois de aparecer no clipe de "Born This Way", faixa-título do segundo disco de Lady Gaga. Leia mais

  • Reuters

    Aretha Franklin

    Intérprete de sucessos como "Respect" (1967) ou "I Say a Little Prayer" (1968), Aretha morreu aos 76 anos após uma longa batalha contra um câncer no pâncreas no dia 16 de agosto. A artista norte-americana é chamada de "Rainha da Soul Music" e considerada uma das maiores vozes de todos os tempos. Em mais de 60 anos de carreira, acumulou 18 prêmios Grammy, que a tornaram a segunda cantora com o maior número de estatuetas. Ela também fez história como a primeira mulher a entrar no Hall da Fama do Rock em 3 de janeiro de 1987. Leia mais

  • Valentin Flauraud/Reuters

    Kofi Annan

    O ex-secretário-geral da ONU (Organização das Nações Unidas) e prêmio Nobel da Paz Kofi Annan morreu aos 80 anos no dia 18 de agosto. As causas da morte não foram reveladas. A família do diplomata publicou uma nota dizendo apenas que ele morreu em paz "após uma breve doença". Diplomata nascido em Gana, Annan foi o primeiro negro a comandar a ONU. Ele morreu na cidade suíça de Genebra, onde viveu por vários anos. Leia mais

  • Reprodução/Instagram

    Deivison Kellrs

    Vocalista da banda brega Torpedo, Deivison Kellrs morreu no dia 20 de agosto - aos 30 anos - após uma longa batalha contra um câncer. Como desde que descobriu o problema de saúde Deivison o revelou aos fãs, o caso tomou grande proporção nas redes sociais, com o cantor recebendo apoio do público e realizando eventos para ajudar em sua luta. Ele acabou reduzindo suas aparições com a banda, já visivelmente com a saúde abalada e bem mais magro do que o seu habitual até perder a batalha contra a doença. Leia mais

  • Rosane Marinho/Folha Imagem

    Otávio Frias Filho

    O advogado, jornalista e diretor de Redação da Folha de S.Paulo, Otavio Frias Filho, morreu aos 61 anos no dia 21 de agosto após lutar contra um câncer no pâncreas. Otavio era o filho mais velho de Octávio Frias de Oliveira (1912 - 2007), empresário que comprou, em 1962, a empresa que edita o jornal Folha de S.Paulo. Otavio começou a trabalhar no jornal em 1975, e se tornou responsável pela direção editorial a partir de 1984. Leia mais

  • Reinaldo Canato/UOL

    Beatriz Segall

    No dia 5 de setembro, aos 92 anos, a atriz Beatriz Segall morreu em decorrência de problemas respiratórios. No início da década de 50, passou a se dedicar à carreira artística. Estreou no cinema no filme "A Beleza do Diabo" (1951) e na televisão na novela "Pollyana" (1956), da TV Tupi. Mas foi como Odete Roitman, em "Vale Tudo", de 1988, na Globo, que a atriz imortalizou uma das maiores vilãs da história da televisão brasileira. Leia mais

  • Mariana Pekin/UOL

    Mac Miller

    Aos 26 anos, o rapper norte-americano Mac Miller foi encontrado morto após sofrer uma overdose de álcool, cocaína e anestésico no dia 7 de setembro. O rapper, que já foi namorado de Ariana Grande, ficou famoso com hits como "Self Care", "Ladders" e "Hurt Feelings". Em maio, na época do término do relacionamento com a cantora, ele se envolveu em um acidente e foi acusado de estar dirigindo sob influência de entorpecentes. Miller fugiu do local e confessou tudo aos policiais ao ser preso em sua casa. Leia mais

  • Reprodução

    Mr. Catra

    No dia 9 de setembro, o país ficou em luto com a perda do cantor Mr. Catra. Ele morreu aos 49 anos após um câncer gástrico. Catra nasceu como Wagner Domingues Costa, em 1968, no Rio de Janeiro. Formado em direito, mas sem nunca ter exercido a profissão, começou a fazer sucesso nos anos 80 com a banda de rock O Beco. Mas foi no funk proibidão que que ele se encontrou nos anos 90. "Adultério", "Uh Papai Chegou" e "Cadê o Isqueiro?" estão entre seus maiores hits como funkeiro. Leia mais

  • Marcus Leoni/Folhapress

    Ângela Maria

    Conhecida como a "Rainha do Rádio", Angela Maria morreu aos 89 anos no dia 29 de setembro em decorrência de uma infecção. Em entrevista de 2017, a cantora afirmou que começou a cantar aos 12 anos de idade na Igreja Batista e que fugia dos cultos para participar de programa de calouros. Angela gravou o primeiro disco em 1951 e na lista de seus sucessos estão canções como "Não Tenho Você", "Babalu", "Cinderela", "Moça Bonita", "A noite e a despedida" e "Lábios de mel". O último álbum lançado foi "Angela Maria e as Canções de Roberto e Erasmo", em 2017. Leia mais

  • Karime Xavier/Folhapress

    Zibia Gasparetto

    Aos 92 anos, morreu a escritora espiritualista Zibia Gasparetto no dia 10 de outubro. "Foram mais de 68 anos dedicados ao espiritismo, 58 obras publicadas e mais de 18 milhões de livros vendidos", informou a equipe de Zibia no dia do seu falecimento. Segundo a biografia da escritora, sua ligação com o mundo espírita teve início aos 22 anos de idade. Seu primeiro livro foi "O Amor Venceu", de 1958, ditado pelo espírito Lucius e psicografado por Zíbia. Suas obras foram traduzidas para o espanhol, inglês e japonês. Leia mais

  • Folhapress

    Gil Gomes

    No dia 16 de outubro, morreu o jornalista e apresentador Gil Gomes após lutar contra um câncer; ele tinha 78 anos. Gomes, que pensou em ser médico, começou a carreira como locutor esportivo da Rádio Progresso. Foi na Rádio Marconi que ele passou a fazer reportagens policiais. Na televisão, além do SBT, teve passagens por Record, Gazeta e RedeTV! No fim da vida, o ex-repórter do programa popular policial do SBT "Aqui Agora", vivia recluso por conta do mal de Parkinson. Leia mais

  • Getty Images

    Stan Lee

    O mais famoso autor de quadrinhos do mundo e criador de personagens icônicos como Homem-Aranha, Hulk, Demolidor, Thor, Homem de Ferro e os X-Men, Stan Lee morreu no dia 12 de novembro e deixou muitos fãs tristes. De acordo com o TMZ, Lee foi levado de ambulância ao Cedars-Sinai Medical Center e, em seguida, foi declarado morto. Há anos ele enfrentava problemas de saúde. Ele estava com 95 anos de idade. Leia mais

  • Reprodução/The Hollywood Reporter

    Bernardo Bertolucci

    O cineasta italiano Bernardo Bertolucci morreu no dia 26 de novembro, aos 77 anos. Conhecido por filmes como "O Último Tango em Paris" (1972), ele lutou por anos contra um câncer, mas não resistiu. Bertolucci era considerado um dos grandes nomes do cinema italiano. Ganhador do Oscar de melhor direção por "O Último Imperador" (que saiu do evento, em 1988, com nove estatuetas), ele foi também homenageado com a Palma de Ouro, do Festival de Cannes, pelo conjunto da obra. Leia mais

  • Divulgação/Walter Craveiro

    Miúcha

    A cantora e compositora morreu no Rio de Janeiro aos 81 anos. Irmã de Chico Buarque e ex-mulher de João Gilberto, Miúcha travava uma batalha contra um câncer e sofreu uma parada respiratória no dia 27 de dezembro, após ser internada às pressas no hospital Samaritano. Leia mais

  • Reprodução/Facebook/maestelladeoxossi

    Mãe Stella de Oxóssi

    Aos 93 anos, a ialorixá baiana Mãe Stella de Oxóssi, considerada uma das referências do candomblé no país, morreu no dia 27 de dezembro. Ela estava internada desde o início do mês no Hospital Incar, em Santo Antônio de Jesus (BA), por causa de uma infecção. Em comunicado, o hospital informou que a ialorixá teve sepse urinária, insuficiência renal crônica e hipertensão arterial sistêmica. Leia mais

  • Larry Roberts

    Um dos pioneiros da internet, o cientista norte-americano Lawrence Roberts, conhecido como Larry Roberts, morreu aos 81 anos. Segundo a imprensa norte-americana, a causa foi um ataque cardíaco ocorrido na casa onde Roberts morava, em Redwood, na Califórnia, no último dia 26 de dezembro. Nos anos 60, o cientista ajudou a desenhar e construir o que no futuro viria a ser a internet. Larry Roberts comandou no Pentágono parte da Agência de Projetos de Pesquisa Avançada dos Estados Unidos (Arpa, na sigla local), que tinha a missão de criar uma rede de computador chamada Arpanet, conhecida por ser a precursora da internet. Leia mais

  • Nancy Roman

    Ex-astrônoma-chefe da Nasa, Nancy Grace Roman morreu na noite do dia 25 de dezembro. Roman é mais conhecida por ser uma das principais responsáveis pelo planejamento do telescópio espacial Hubble, que trouxe algumas das maiores descobertas e imagens da astronomia recente. A causa da morte não foi informada. Leia mais

Mais Listas