Topo

Religião, tragédia familiar, ciúmes: tudo sobre Isabelle Drummond

Colaboração para o BOL

2019-04-12T08:00:00

12/04/2019 08h00

Nesta sexta-feira (12/4/2019), Isabelle Drummond completa 25 anos! Religiosa, ela conta com o grupo de jovens cristãos e o apoio da família para enfrentar adversidades e até mais que isso, como foi o caso do assassinato do pai, quando a atriz tinha 12 anos. Saiba mais sobre a atriz que é engajada em causas sociais e já teve o nome envolvido em uma polêmica com Bruna Marquezine por causa de Tiago Iorc.

  • Antônio Gaudério/Folha Imagem

    Emília

    A atriz nasceu em Niterói, no Rio de Janeiro, e fez pontas na novela "Laços de Família", em 2000, e na minissérie "Os Maias", em 2001. Mas a fama aconteceu para Isabelle Drummond mesmo em 2001, quando ela deu vida à boneca de pano Emília, do "Sítio do Picapau Amarelo", na Globo. A jovem ficou seis anos no papel e até hoje é lembrada por ele

  • Pedro Paulo Figueiredo/CZN

    Sucessos

    Ao encerrar a sua participação no "Sítio do Picapau Amarelo", Isabelle Drummond emendou trabalhos na Globo. Assim, esteve em tramas como "Eterna Magia" (2007), "A Favorita" (2008), "Caras & Bocas" (2009), "Cheias de Charme" (2012), "Sangue Bom" (2013), "Geração Brasil" (2014), "Sete Vidas" (2015), "A Lei do Amor" (2016), "Novo Mundo" (2017), entre outras. Atualmente, ela está em "Verão 90"

  • Reprodução/Instagram @yeuxpapillon

    Tragédia familiar

    O pai de Isabelle, Fernando Luiz Drummond Xavier (foto), era gerente de um posto de gasolina. Ele tinha 45 anos quando foi assassinado com dois tiros no rosto durante uma tentativa de assalto em Niterói, no Rio de Janeiro, ao sair do banco. Ele não resistiu e morreu ainda no local. Na época, a atriz tinha 12 anos. "Ela sofreu demais com a perda. E a gente teve que ter discernimento para lidar com a repercussão do assunto, porque ela é famosa. Cada ano dói menos e aumenta saudade. Ele era o pai perfeito, o marido perfeito, a alegria da casa. Todos os valores que ele passou para ela... me conforta saber o quanto ela é equilibrada e centrada. Não preciso ficar preocupada com o que ela vai fazer, ou no que está pensando. Ela só me dá alegria", contou Damir Drummond, mãe de Isabelle, em participação no "Arquivo Confidencial"

  • Fernando Torquatto/Divulgação

    Primeiro beijo e vida amorosa

    Em dezembro de 2018, Isabelle abriu o coração em conversa com Matheus Mazzafera. "Nunca levei um 'toco'. Na infância, muitos amores platônicos, mas isso não pode ser considerado um 'toco'", afirmou a atriz, deixando o entrevistador surpreso. Ela ainda contou uma curiosidade íntima que mistura a sua vida real e a ficção, mais especificamente na novela "Caras & Bocas": "O primeiro beijo foi na TV. Era com o Miguel Rômulo, eu era muito nova. Foi ali nos 10 anos, uma coisa hilária. A gente fez a cena, fechei os meus olhos, ele veio e me deu o beijo"

  • Reprodução/YouTube

    Confusão com Marquezine

    Isabelle Drummond namorou Tiago Iorc por dois anos, mas terminou o relacionamento em 2016, logo após o cantor gravar um clipe sensual ao lado de Bruna Marquezine. Automaticamente, a ex de Neymar passou a ser apontada como o pivô para o fim. Em 2018, ela tentou uma reaproximação, passando a seguir a suposta rival no Instagram, mas acabou sendo ignorada. Em março deste ano, Marquezine respondeu um seguidor que a acusou de ter prejudicado a relação de Isabelle: "Não, não fui eu. Inclusive, isso foi negado pelo próprio Tiago na época. Tenho até prova, mas por que eu deveria provar alguma coisa a você?"

  • Felipe Assumpção/AgNews

    A versão de Tiago

    A confusão envolvendo o nome de Bruna Marquezine foi tamanha, que Tiago Iorc precisou vir a público explicar a situação. Para a revista "Quem", ele afirmou: "São duas coisas distintas. De um lado, dois artistas se encontraram para fazer um trabalho. O outro diz respeito à minha vida pessoal com a Isabelle. Coincidiu de acontecerem ao mesmo tempo. Eu a amo, sempre vou ter muito carinho por ela. Mas os encontros, às vezes, têm um desencaixe. A gente se gostava muito. Mas não estava mais fazendo sentido. Foram dois anos juntos". Questionado sobre a razão para não ter escolhido a então namorada para gravar o clipe com ele, o cantor ponderou: "O clipe é uma representação. Meu sentimento por Isabelle era verdadeiro, enquanto o trabalho é atuação. Entende como confunde? Já confundiu. O vídeo se torna uma alegoria para a música. Nada está relacionado. Compreendo que as pessoas tenham esse atalho, se a música fala de uma coisa e o clipe tem a pessoa tal..."

  • Reprodução/Instagram

    Causas sociais

    Em dezembro de 2018, uma iniciativa da atriz iluminou o coração dos fãs. Após convocar os amigos, ela apareceu em fotos, que circularam nas redes sociais, ajudando na reforma da casa de uma família, em Duque de Caxias, no Rio. Isabelle também é líder da ONG Casa 197, que desenvolve diversas ações sociocomunitárias, o que a levou a ser citada pela Forbes como uma "jovem empresária altamente engajada em causas sociais"

  • André Fontes/Divulgação

    Sonho de família

    "Sonho muito. E quero ter muitos filhos, cinco, gente, cinco filhos tá bom. Eu sou velha", brincou a atriz em entrevista ao "Estrelas". Na mesma entrevista, ela aproveitou para contar que, ao longo dos anos, mudou muito: "Eu era muito agitada, tinha muito da Emília [do "Sítio do Picapau Amarelo"], caía, me ralava... Mas eu acalmei, eu gosto de coisas muito calmas, música calma, lugares calmos. Eu fiz muitos personagens e vivi muita coisa na vida eu gosto de acalmar para saber o que se passa exatamente na minha cabeça, o que eu gosto. Esse lado tímido, na adolescência, eu não conseguia conversar com os meus colegas de trabalho. Na cena era o meu refúgio", revelou

  • Reprodução/Instagram @yeuxpapillon

    Religiosa

    Isabelle Drummond é evangélica e costuma se reunir pelo menos uma vez por semana com um grupo de jovens cristãos para fazer atividades como ir ao cinema ou curtir shows musicais. "Isso me ajuda. Acho que a gente precisa de um chão para a gente voltar para o que a gente é. As coisas com as quais a gente convive [por causa da fama] podem mudar nosso jeito de ser", afirmou em participação no "Arquivo Confidencial". "Estou sempre orando. Cristo vai estar em tudo. Qualquer coisa que emanar de mim. Comecei a estudar a Bíblia em família. Nós aprendemos sempre juntos, em casa, graças a Deus. A essência da minha vida é Cristo, mesmo. Claro que boas influências na vida também. As pessoas que me cercam são um presente de Deus. É um clichê ótimo. Tive boas referências em casa e tenho boas amizades", contou em entrevista à "Caras"

Mais Listas