Topo

Franjão, polêmicas e encontro com Deus: 11 fatos sobre Justin Bieber

Colaboração para o BOL

01/03/2019 08h00

O pisciano Justin Bieber comemora 25 anos nesta sexta-feira (1/3/2019). Com uma trajetória conturbada, ele possui um tenso histórico familiar, ficou famoso graças ao YouTube, teve um namoro ioiô acompanhado pelo mundo todo, falou sobre a depressão, foi preso, causou muita confusão e fez pausa na carreira ao se converter. Parece muita coisa... mas você ainda não viu nada! Confira o que o cantor já aprontou nesse um quarto de século.

  • Reprodução/Instagram @justinbieber

    Diretamente do Canadá

    Justin Drew Bieber nasceu em Ontário, no Canadá. A mãe, Pattie Malette, era viciada em álcool e drogas, tinha 18 anos e um histórico de abusos sexuais quando deu à luz o primogênito. Já o pai, o carpinteiro Jeremy Jack Bieber, estava preso em razão de uma briga de rua quando o menino nasceu. Os pais se separaram quando o cantor ainda era pequeno e ele, então, passou a viver com a mãe

  • Reprodução/Instagram @justinbieber

    Autodidata

    Assim como a mãe (foto), que sonhava em ser artista, ainda na infância, Justin se envolveu com a música e, por conta desse interesse, começou a aprender, sozinho, a tocar instrumentos, como guitarra, piano, violão, bateria e trompete. Foi a vontade de compor as próprias melodias que o levou a cantar. Incentivado pela sua grande fã, a mãe, ele participava de diversos shows de talento

  • Reprodução/Instagram @justinbieber

    Sucesso do YouTube e disputado por famosos

    Com a música do cantor Ne-Yo, "So Sick", Justin participou de um concurso de canto, aos 12 anos. Na competição, ele conquistou o segundo lugar e, encorajada, a mãe (foto) resolveu postar o vídeo da performance do filho no YouTube, inicialmente com o objetivo de divulgar o feito para os familiares. Para surpresa dela, em pouco tempo, a gravação foi vista milhões de vezes. Além de tudo, também teve ajuda da sorte. O vídeo de Bieber foi visto por uma pessoa que mudou sua vida, a de Scooter Braun, ex-diretor de marketing de uma gravadora que entrou em contato com a mãe do menino prodígio e o levou para Atlanta, onde o garoto conheceu e recebeu proposta de Usher - para felicidade do rapper e tristeza de Justin Timberlake que também ficou interessado no talento mirim, mas chegou tarde

  • Brainpix

    Primeiros passos

    Depois de assinar com a gravadora Island Records, Justin se mudou de vez para Atlanta e, em 2009, lançou seu primeiro single "On Time", que rapidamente entrou para o número 12 de vendas no Canadá, tornando-se, na sequência, disco de prata tanto no Canadá como nos EUA. Ainda em 2009, ele foi convidado para cantar, junto ao então presidente Barack Obama, no Natal da Casa Branca

  • Brainpix

    Sucesso atrás de sucesso

    Bastou ser lançado, que a fama veio correndo atrás de Bieber. Entre suas faixas de maior sucesso estão "One time", "My world", "Baby" e "Never say never". Em outra fase, ele arrebatou o coração de antigos e novos fãs com hits como "Boyfriend" - quando deixou a franja de lado - , "Sorry" e "What do you mean?"

  • Brainpix

    #Jelena

    Justin Bieber e Selena Gomez se conheceram em 2009. Empolgado, ele correu para o Twitter para fazer elogios à cantora. Cerca de um ano depois, os rumores de que os pombinhos haviam engatado um romance ficaram fortes. Em janeiro de 2011, eles saíram juntos em férias românticas. No fim de 2012 veio o primeiro término, que durou cerca de cinco meses. Tudo ia bem até que as indiretas musicais começaram com Selena desabafando sobre sofrimento na música "The Heart Wants What It Wants" e Justin parando de segui-la nas redes sociais. Na sequência, ele lançou uma série de indiretas em forma de canções, como "Where Are Ü Now" e "What Do You Mean", "Sorry" e "Mark My Words". Ele ainda revelou que os dois moraram juntos quando ele tinha 18 anos. Em 2015, ele mexeu com o coração dos fãs ao postar fotos antigas do casal. Em 2016, eles brigaram pelas redes sociais e se acusaram mutuamente de traição. No entanto, quando a artista precisou de um transplante de rim em 2017, por conta do Lúpus, ele retomou o contato com a ex e os pombinhos passaram a ser vistos juntinhos novamente. Em 2018, eles voltaram a se afastar e pouco tempo depois, ele surpreendeu todo mundo ao pedir a modelo Hailey Baldwin em casamento

  • Getty Images

    Polêmicas e rivalidades

    A fase bad boy de Justin Bieber rendeu. Acusado de promover festas regadas a drogas e sexo, ele arrumou inúmeras brigas com vizinhos, agrediu um fotógrafo na Argentina, foi preso por dirigir perigosamente - e sorriu para a foto de fichamento - e teve vários problemas com a direção (carteira vencida, uso de entorpecentes, atropelamento de um fotógrafo, nome envolvido na morte outro paparazzo, Chris Guerra, que foi atropelado por outro veículo enquanto perseguia a Ferrari do cantor). Na mesma época, o jornal The Independent divulgou que a polícia americana havia descoberto um plano para capturar e matar Justin. Como se não bastasse tudo isso, ele ainda teve tempo de comprar uma briga homérica com Orlando Bloom, de quem quase apanhou em uma balada em Ibiza, em 2014. O cantor foi apontado como pivô do fim do casamento entre o ator e Miranda Kerr, e para não deixar barato, Bloom irritou Bieber ao se engraçar com Selena Gomez

  • Mariana Pekin/UOL

    Passagem pelo Brasil

    Nas vezes em que veio ao Brasil, Bieber causou muito alvoroço. Em 2011, tudo pareceu correr bem, mas, em 2013, ele foi expulso do hotel Copacabana Palace por mau comportamento, foi visto saindo de uma terma em Ipanema, pichou um muro e abandonou um show em São Paulo pela metade ao se irritar depois que um fã arremessou um objeto no palco. Quando retornou ao país, já foi logo recepcionado por um oficial de Justiça por conta do mandado referente ao processo que o Ministério Público do Rio move contra ele pela pichação

  • Reprodução/Instagram @justinbieber

    Depressão

    Em uma entrevista para a Vogue, Justin Bieber abriu o jogo sobre o quadro de depressão que enfrenta e que se agravou em 2017 durante a Purpose World Tour. "Fiquei muito deprimido na turnê. Eu não falei sobre isso, e ainda estou processando tantas coisas sobre as quais não falei. Eu estava sozinho. Eu precisava de algum tempo. Eu me vi fazendo coisas que eu estava muito envergonhado, sendo muito promíscuo e outras coisas, e acho que usei o Xanax porque fiquei tão envergonhado", afirmou em referência ao medicamento que ajuda a controlar a ansiedade, situações de pânico e fobias. Em fevereiro de 2019, a revista People afirmou que o astro estaria sofrendo novamente com a depressão. Em conversa com a rádio de Ryan Seacrest, ele já havia dito que muitas vezes se sente depressivo e sem motivações, inclusive para sair da cama

  • Reprodução/Instagram @justinbieber

    Conversão

    Em 2017, Justin cancelou a sua turnê para se "dedicar a Cristo". Ele se associou à igreja cristã pentecostal Hillsong, frequentada por outros famosos, como Vanessa Hudgens e Nick Jonas. Embora tenha alegado "circunstâncias imprevistas" sem confirmar a versão divulgada pela mídia, ele passou a ser visto ao lado de um pastor e exaltar Deus em algumas de suas legendas em redes sociais

  • Reprodução/Instagram @justinbieber

    Um ano sem sexo

    Justin Bieber e a modelo Hailey Baldwin namoraram e se separaram. Entre idas e vindas do relacionamento dele com Selena Gomez, acabaram reatando e, em um mês, o cantor fez o pedido de casamento para a filha do ator Stephen Baldwin. Em fevereiro de 2019, ao estampar a revista Vogue ao lado da esposa, eles falaram sobre a cerimônia de união, que aconteceu em setembro de 2018. O artista revelou que já estava sem sexo e que, ao retomar o namoro, optou por manter o celibato até o casório para se sentir mais próximo a Deus: "Ele quer nos proteger da dor e sofrimento, acho que sexo pode causar muita dor. As pessoas às vezes transam porque não se sentem boas o suficiente, porque não se valorizam. Quis me dedicar com Deus porque senti que seria o melhor para a minha alma", refletiu Justin

Mais Listas