Topo

Nove fatos sobre a vida e a carreira de Mel Lisboa

Colaboração para o BOL

17/01/2019 08h00

A atriz Mel Lisboa completa 37 anos nesta quinta-feira (17/1/2019). Confira os papéis que mais marcaram a carreira da artista e como ela se sente sabendo o quanto a "Presença de Anita" é forte até hoje em sua vida.

  • Reprodução/Instagram @mellisboa

    Antes da fama

    Mel Lisboa Alves é filha da astróloga Cláudia Lisboa e do músico Bebeto Alves. Ela nasceu em Porto Alegre (RS), começou a cursar Cinema na Universidade Federal Fluminense, mas abandonou os estudos para se dedicar à carreira de atriz

  • Divulgação

    Anita

    Aos 19 anos, Mel Lisboa se destacou no papel da jovem que se envolve com um homem mais velho (José Mayer), pai de sua amiga, na minissérie "Presença de Anita". Apesar do sucesso e reconhecimento, a vida depois do trabalho não foi fácil para a atriz: "Tenho o maior carinho pela Anita. Não chego a ficar envaidecida por causa do peso que ela me trouxe, mas fico contente de ter feito um trabalho tão marcante. Me sinto recompensada. Depois da minissérie tive sim um pouco de rancor por não conseguir me enquadrar no que as pessoas projetaram pra mim. Não foi por falta de talento ou vontade, mas as coisas foram para outro lado e eu não pude corresponder às expectativas. Me achava estranha", contou em entrevista ao site Purepeople

  • Reprodução/Instagram @mellisboa

    Fase global

    Depois de Anita, Mel deu vida a outros personagens na emissora carioca. Ela esteve em tramas como "Desejos de Mulher", "Como Uma Onda" e "Sete Pecados". "Quando já não estava mais fazendo nada lá recebi um convite da Record e topei", relembrou em entrevista ao site Purepeople

  • Reprodução/Instagram @mellisboa

    Programa de viagens

    Enquanto ainda estava na Globo, Mel Lisboa deu início a outro projeto em 2006. Como apresentadora do programa de viagens Oi Mundo Afora, exibido pelo canal GNT, ela conciliou três de suas grandes paixões: fotografia, interesse em novas culturas e viagens. Depois da temporada, ela aproveitou para lançar um livro sobre sua jornada

  • Divulgação/Record

    Record

    Embora tenha tido uma breve passagem pelo SBT, foi outra emissora que ganhou destaque na carreira da atriz. Na Record, Mel esteve em tramas como "Sansão e Dalila", "Pecado Mortal" e "Os Dez Mandamentos". Em 2014, ela pediu para sair de "Pecado Mortal" com a novela em andamento, mas garantiu, em entrevistas, que a situação não ocasionou mágoas por parte do canal. "Antes da novela eu já estava trabalhando em um projeto no teatro, que acabou saindo nesse meio do caminho. E conciliar gravação no Rio e ensaio em São Paulo seria impossível. Assumi todos os riscos de sair da Record. Me arrisquei me expondo absurdamente a críticas que poderiam ser muito duras. Mas eu já tinha feito essa escolha antes e era um desejo meu. Não dava para voltar atrás", pontuou ao Purepeople

  • Divulgação

    Rita Lee

    A saída de Mel Lisboa da Record teve uma razão com nome e sobrenome: Rita Lee. Na adaptação, ela dá vida à protagonista em um musical baseado na biografia escrita por Henrique Bartsch. Ao falar sobre "Rita Lee Mora ao Lado", a atriz relatou a experiência ao Purepeople: "Eu não canto, nunca nem me achei parecida com a Rita Lee... Além disso, eu já tinha a real noção da grandeza desse trabalho", pontuou ela, que, apesar dos desafios, topou fazer parte do projeto, pintou o cabelo e mergulhou na vida da roqueira. "É um personagem muito emblemático e importante para a música brasileira, com milhões de fãs. Foi um processo muito complicado, mas prazeroso", garantiu a atriz

  • Divulgação

    Papéis que marcam

    Ao conversar com Fábio Porchat, em novembro de 2018, a atriz comparou dois dos personagens mais marcantes de sua carreira, relembrando primeiramente Anita: "Tem a questão de ser uma faca de dois gumes. De modo geral foi um trabalho muito positivo. Um trabalho que as pessoas gostaram muito. É tão marcante que sempre é lembrado. Eu fiz o trabalho por três meses, foi o tempo de filmagem. O tempo que ficou no ar foi um mês, ou menos. Depois fui fazer outros trabalhos. Fiz a Rita Lee, por exemplo, por três anos, então para mim a Rita está muito mais na minha vida do que a Anita. Mas entendo perfeitamente", afirmou

  • Divulgação

    Loira

    "Fiquei loira em junho deste ano para a personagem em 'Coisa Mais Linda', série da Netflix. Demorei um tempo para me acostumar e aceitar essa loirice. Dá um trabalho, mas acabou que entrei numa continuidade com esse cabelo que não vou conseguir tirar por um ano. E já aconteceu de amigos não me reconhecerem", contou a atriz - que não tem medo de mudanças - para Fábio Porchat, em 2018

  • Reprodução/TV Globo

    Globo

    Em janeiro deste ano, Mel voltou a aparecer na emissora carioca - na qual não fazia tramas desde 2007. Ela apareceu novamente na pele de Rita Lee, porém, dessa vez, em participação na minissérie "Elis - Viver É Melhor Que Sonhar" (que contou com cenas do filme de 2015 misturadas a outras ainda inéditas). "Foi um processo de reviver, porém, sabendo que seria diferente. É como se fosse a 'minha' Rita de outro ponto de vista", contou em entrevista à Caras. Sobre um possível retorno às novelas, ponderou: "Às vezes, não é questão de escolha. Moro em São Paulo, faço muito teatro, às vezes não tenho data. Já tive situação de ter convite e não conseguir fazer. A série, pelo formato, é mais curta, consegue encaixar melhor nos trabalhos. Novela é longa, toma muito tempo, tem que reservar o ano inteiro. Mas tenho vontade de voltar", revelou Mel

Mais Listas