Topo

8 segredos e teorias da conspiração sobre o desenho "Caverna do Dragão"

Reprodução/YouTube
Imagem: Reprodução/YouTube

do BOL

2017-08-02T10:00:00

02/08/2017 10h00

Um clássico dos anos 1980. As aventuras de Hank, Eric, Presto, Diana, Sheila e Bobby começam quando os jovens entram em uma montanha-russa e acabam em um mundo paralelo, o Reino. Lá, eles encontram o Mestre dos Magos, a pequena unicórnio Uni, o Vingador e muito mais. 
 
Com uma história repleta de mistérios, que, sem um final próprio, acabou por despertar a imaginação dos fãs, que criaram as mais loucas teorias, o desenho permanece no imaginário de muita gente. Confira a seguir algumas curiosidades e hipóteses não confirmadas:

  • Reprodução/Den of Geek

    Ideia e produção

    Inspirada no jogo de RPG Dungeons & Dragons, a animação possui 3 temporadas e 27 episódios, produzidos entre 1983 e 1985. No Brasil, ela começou a ser transmitida em 1986 pela Globo. O desenho foi sucesso, mas problemas financeiros e administrativos fizeram com que a série fosse cancelada sem que o último episódio tivesse sido produzido, deixando os fãs na mão

  • Reprodução/Twitter @faragepedro

    O Mestre que é, na verdade, apenas um mestre

    Considerado inútil por muitos, o Mestre dos Magos seria uma clara alusão ao papel do mestre em um jogo de RPG, uma vez que ele apenas direciona os participantes pelo caminho a ser seguido e informa as regras do mundo que os cerca, mas não está ali para resolver problemas de ninguém

  • Reprodução/Fatos Desconhecidos/Dungeons & Dragons

    Episódio final

    Apesar de não ter assumido o formato de animação, o roteiro do capítulo final foi finalizado pelo norte-americano Michael Reaves, roteirista da série. O episódio 28: Requiem [nome dado à prece que a igreja faz aos mortos] foi lançado, de forma não oficial, no formato de história em quadrinhos em 2010, tendo sido ilustrado pelo brasileiro Reinaldo Rocha, que adquiriu os direitos do roteiro final, com arte final de Eber Ferreira

  • Reprodução/Twitter @atelierkids

    Continuação que nunca existiu

    Gary Gyrax, produtor e criador do desenho, confirmou que nunca houve um final planejado, mas que, em 1985, Michael Reaves foi responsável por escrever o episódio Requiem, que, por ser um final de duplo sentido, daria a possibilidade de retomar a série futuramente com outro viés. Segundo Gary, a equipe responsável por "Caverna do Dragão" chegou a se reunir, ainda em 1985, com executivos da Marvel e do canal CBS para discutir o projeto de continuar a série com o nome de "De Volta à Caverna do Dragão", mostrando os seis protagonistas mais velhos, experientes e em novas aventuras. Porém a ideia nunca saiu do papel

  • Reprodução/The SuperHeroHype Forums

    Desabafo do roteirista

    "O verdadeiro final tinha a intenção de deixar um gancho para uma mudança, evolução e maturidade para a série, puxá-la além dos limites do que era produzido para o público infantil, até então. Mas não rolou", desabafou o roteirista da série, Michael Reaves, em seu site. Na versão em quadrinhos da história, feita com base no que foi escrito por Reaves, os jovens têm a opção de escolher voltar para casa ou permanecer no Reino ajudando a lutar contra todo o mal que ainda existia no local

  • Reprodução/Dungeons & Dragons cartoon encyclopedia

    Morte e inferno

    Os fãs, ao ficarem "órfãos" do desenho, que não teve um final, criaram ao longo dos anos diversas teorias para explicar o que ficou sem elucidação. Uma das mais famosas é a de que os garotos teriam morrido em um acidente na montanha-russa e ido parar no inferno, de onde nunca conseguiriam realmente sair. Ou seja, eles estariam mortos desde o primeiro episódio

  • Reprodução/YouTube

    Demônio de duas faces

    Ainda seguindo a teoria de que o Reino, na verdade, seria o inferno, o demônio se aproveita da situação para manipular e brincar com os seis jovens, ora aparecendo como Vingador, ora como Mestre dos Magos. Ou seja, os dois seriam a mesma pessoa. Porém havia mais alguém do lado "mau", um encarregado, que auxiliava o demônio, servindo de espião e impedindo que os jovens encontrassem uma "saída", ainda que não houvesse uma: Uni, a pequena unicórnio! Porém havia alguém do lado dos jovens disposto a ajudar, o Dragão, que seria um anjo com a missão de revelar a verdade, que seria justamente quem abriria os olhos dos seis para a verdade no final

  • Reprodução/Kozure-san

    Eu sou seu pai!

    Outra das teorias nunca confirmadas afirma que o Mestre dos Magos seria pai de ninguém mais, ninguém menos que o Vingador! Porém não se sabe ao certo se Vingador seria o filho rebelde, que, por não concordar com o pai, queria tomar o Reino para si, ou se (parem as máquinas!) o Vingador seria o verdadeiro mocinho da história! Isso mesmo. Ele, segundo essa vertente defendida por alguns fãs da série, na verdade, só estaria tentando ajudar os jovens, enquanto usava de artimanhas para impedir o mal causado pelo paizão, que sempre dava um jeito de impedir que Hank e sua turma fossem embora. Na versão em história em quadrinhos, de Reinaldo Rocha, o Vingador é mesmo filho do Mestre e precisa apenas da ajuda dos jovens para se redimir por ter escolhido seguir um mestre mau no passado

  • Veja o vídeo e volte no tempo

Mais Listas