Topo

22 momentos em que Ângela Bismarchi "causou"

do BOL

2017-02-01T16:00:00

01/02/2017 16h00

Em 2017, Ângela Bismarchi foi batizada após ter se convertido em 2016. A loira abandonou o Carnaval e diz que lê a Bíblia todos os dias durante três horas. "Quero garantir o meu lugar no céu", afirmou Ângela ao jornal Extra ao se referir às polêmicas que acumulou em sua vida.
 
Com curso técnico em enfermagem e design de moda, a loira foi modelo, repórter, apresentadora e considerada "rainha das plásticas", além de ter desfilado nua no Carnaval. Até o final de 2014, ela já havia passado por 45 procedimentos estéticos. Relembre a seguir os momentos em que a musa "causou".
 

  • Reprodução

    Brasil estampado no peito

    Em 2000, Ângela Bismarchi ganhou os holofotes ao desfilar pela escola de samba carioca Porto da Pedra somente com uma pintura da bandeira do Brasil cobrindo os seios, ato considerado ofensivo à pátria. Além de ganhar a atenção da mídia, a modelo quase saiu presa pela Polícia Federal ao final do desfile, mas alegou que a bandeira era estilizada e ficou tudo bem

  • Reprodução

    Envolvida em caso de assassinato

    O marido de Ângela, Ox Bismarchi, de 55 anos, foi assassinado em 2002 no quintal de sua mansão, no Rio de Janeiro. Na época, a irmã dele acusou Ângela de ter sido mandante do crime, mas a modelo foi inocentada. Ela estava em casa no momento do crime, mas se escondeu no quarto ao ouvir tiros. Trabalhando com a ideia de latrocínio, a polícia prendeu o caseiro, acusado de ser o mandante, e outros dois homens por participação no assassinato. Ox era cirurgião plástico e ajudou a esculpir o corpo da esposa na mesa de cirurgia com cerca de 30 intervenções

  • Reprodução/Instagram

    Tipo ideal

    A então viúva Ângela Bismarchi conheceu um novo amor, Wagner de Moraes. Além do amor pela loira, Wagner compartilha outro gosto com Ox e com a própria esposa: as cirurgias plásticas. Assim como o marido anterior de Ângela, o atual é cirurgião plástico, tendo realizado algumas intervenções na modelo

  • Reprodução/Instagram

    Amiga do bisturi

    Ângela não vê limites para cirurgias e já chegou a dizer em entrevistas que, se não gosta do que vê no espelho, muda mesmo. Entre as alterações estéticas feitas por ela (algumas repetidas mais de uma vez), estão: levantamento das sobrancelhas; reduções das pálpebras; orientalização dos olhos; rinoplastias; preenchimento labial; furos no queixo; hidrolipoaspirações na cintura e nos quadris; lipoesculturas no bumbum e nos culotes; intervenções para o aumento do bumbum; reduções dos lábios vaginais; subincisões para celulite nas coxas; implante de preenchimento nas panturrilhas; implantes de próteses de silicone nos seios

  • Divulgação

    Ângela literária

    A modelo também tem um lado escritora, com dois livros lançados. No primeiro, de 2011, "Os Dez Mandamentos do Amor no Monte de Vênus", ela conta as experiências sexuais com o maridão Wagner e dá dicas sobre sexo e relacionamento. O sucesso foi grande e ela acabou conquistando outro espaço para falar sobre peripécias sexuais, o programa para web "De 4 com Ângela Bismarchi", da TV Vírgula. E vamos encerrar este tópico com uma das dicas valiosas de Bismarchi: "Faça lavagem íntima: cheiroso é mais gostoso"

  • Reprodução/Instagram

    Like a Virgin

    Para presentear o maridão Wagner de Moraes, Ângela optou por uma nova cirurgia e reconstruiu o hímen um mês antes de oficializar a união a fim de se casar virgem. "É como se fosse a primeira vez. Na hora do amor dói, mas é um presente para o Wagner", disse em entrevista ao UOL. A loira revelou ter perdido a virgindade aos 21 anos, porém por curtição, e não por amor. Ela já havia sido virgem novamente depois disso, em 2009, quando fez a himenoplastia e desfilou no carnaval: "Entrei na avenida virgem"

  • Alex Palarea e Roberto Filho/AgNews

    Casório apimentado

    Em 2012, após oito anos com o cirurgião Wagner de Moraes, Ângela oficializou a união no civil e no religioso. Com um buquê de pimentas vermelhas, ela chegou ao local da cerimônia em uma carrugam puxada por cavalos brancos e ninguém ficou de fora, pois a celebração foi transmitida ao vivo pelo Facebook e pelo Twitter da artista. A festa para 150 convidados teria custado R$ 100 mil e teve como "lembrancinha" exemplares do livro escrito por Ângela: "Os 10 Mandamentos do Amor"

  • Reprodução/Facebook/Record

    Peoa em luto

    Ângela participou do reality "A Fazenda 5", em 2012. Durante o confinamento, a irmã Angelina Filgueras morreu após atirar em si mesma durante uma briga entre o ex-marido, o capitão da Marinha Márcio Luiz Dias Fonseca, e o namorado, Jolmar Milato. O ex estava armado quando invadiu a casa da irmã de Ângela e, ao encontrar o casal, iniciou uma briga. Ao saber do ocorrido, a modelo optou por continuar no programa por se sentir protegida: "Já passei por isso com a morte do meu ex-marido, o Ox, e as pessoas não respeitaram meu luto. Por isso, me senti protegida na 'Fazenda'"

  • Alô, galera de caubói

    Ângela também já soltou o gogó e arriscou uma carreira musical com o hit "Clima de Rodeio". Abra o coração e os ouvidos para essa obra da música brasileira interpretada por Bismarchi

  • Reprodução

    Escorregou no português

    Quem nunca cometeu um erro que atire a primeira pedra, não é mesmo? Mas Ângela, por ser famosa, acabou recebendo diversas alfinetadas no Instagram após postar foto de biquíni dizendo adorar óleo de "cocô"

  • Reprodução

    Profissão: estilista

    Ângela foi responsável pelo desfile de uma coleção de roupas em 2008. Para a formatura no curso de design de moda, a loira teve que apresentar uma pequena coleção criada por ela. O tema das roupas foi "Transformação do Patinho Feio em Cisne Branco". O estilo das peças foi bastante criticado e acabou virando piada nas redes sociais

  • Reprodução

    Sem pudores na web

    Além de fotos para lá de ousadas nas redes sociais (look sensual com chinelo e meia sim, por que não?), Ângela também já fez revelações incomuns no Twitter, como, por exemplo: "O orgasmo alivia a congestão nasal. Deixei de usar gotinhas para o nariz há muito tempo" e "A vagina saudável é o lugar mais limpo do corpo, muito mais do que a boca. É tão pura quanto um copinho de iogurte". Fica a dica da Ângela

  • Folhapress

    O tapa-sexo cai, mas a peteca, jamais

    Em 2007, ao desfilar como rainha da bateria da Porto da Pedra, Ângela Bismarchi mostrou que é uma mulher prevenida. Com o suor, o tapa-sexo que ela usava, descolou no meio do desfile. Preparada, porém, ela foi para o recuo da bateria e colocou uma calcinha criada por ela com tecido de meia calça. "Não dava para ver e parecia que eu estava nua. Sou prevenida, levo sapato se quebrar o salto, uma calcinha. Se o tapa-sexo cair tenho que sair da avenida se não a escola perde ponto", ponderou a loira

  • Jorge Araújo/Folha Imagem

    Pelo Carnaval vale até cirurgia no olho

    Em 2008, Ângela representou o papel de Madame Butterfly à frente da bateria da Unidos do Porto da Pedra. Ela levou a sério o desafio e resolveu fazer uma cirurgia plástica para orientalizar os olhos e virar um gueixa para entrar na avenida em meio ao enredo que falou sobre os 100 anos da imigração japonesa em terras brasileiras. Entre a data da cirurgia e o desfile, a modelo usou uma máscara enfeitada com cristais para não estragar a surpresa sobre seu visual no Sambódromo

  • Reprodução/Instagram

    Retirou os mamilos?

    Em 2010, um boato envolvendo o nome de Ângela ganhou força nas redes sociais. Por ser adepta de cirurgias plásticas, especulou-se que ela havia retirado os mamilos e coberto a genitália para poder desfilar no Carnaval sem tapa-sexo. Ela, no entanto, desmentiu, dizendo que era apenas um absurdo compartilhado em redes sociais. "Eu, que só faço cirurgias bonitas, bem sucedidas, vou fazer uma coisa dessas que vai me deformar?"

  • Reprodução/Instagram

    Sensacionalista

    Em 2011, o nome de Ângela Bismarchi não saiu da boca do povo. Isso em razão de a modelo aparecer em um vídeo afirmando ter vontade de implantar um terceiro seio. Acontece que a declaração não passou de uma piada da série "Sensacionalista", do Multishow

  • Reprodução

    Sabe fazer marketing pessoal

    Em 2011, a modelo resolveu promover seu livro no Twitter. Para isso, ela propôs um desafio aos seguidores: "Estou com a mão em algo afrodisíaco e super estimulante... Homens e mulheres adoram... Acertando ganha o meu livro", desafiou Ângela antes de mostrar o objeto. Na sequência, ela revelou a resposta para o mistério. "O meu perfume Erotic - O aroma que penetra em você", disse exibindo o produto de forma ousada

  • Alexandre Schneider/UOL

    Respeita as crianças

    Em 2013, a loira se envolveu em uma polêmica com o designer W. Veríssimo depois de desistir de desfilar pela Tom Maior com o corpo pintado. "Quando combinei a pintura, não sabia que o carro alegórico que eu vinha ia estar cheio de crianças. Quando tomei conhecimento disso, desisti da pintura e usei uma fantasia. Ele não foi compreensivo, mas eu não poderia vir com corpo pintado ao lado de crianças"

  • Reprodução/Instagram/Reprodução/Instagram

    Criticou Anitta, mas voltou atrás

    Em 2014, a loira usou o Twitter para comentar as cirurgias feitas por Anitta na época, que incluíram redução de seios e rinoplastia. "Anitta aos 21, já fez cerca de 7 cirurgias plásticas. Eu com essa idade... nem a pau Juvenal", disse ela, que já revelou ter feito a primeira intervenção com cerca de 28 anos. No entanto, após a repercussão da declaração, a "rainha das plásticas" ponderou: "Minha experiência no assunto é notória e ainda sou casada com cirurgião plástico. Os resultados foram ótimos. Parabéns para Anitta. Gosto muito dela (e quem não gosta?)"

  • Dhavid Normando/Futura Press/Estadão Conteúdo

    Rainha voadora

    Em 2015, Ângela foi rainha de bateria da Império Serrano e não poupou gastos. Ela gastou cerca de R$ 120 mil na fantasia (mais do que em sua festa de casamento!), mas a roupa incluiu também um equipamento de voo comprado nos EUA

  • Reprodução/Instagram

    Polêmica no segundo livro

    O lançamento da segunda obra literária de Ângela, "Don Juan e Seus Tons de Pink", no início de 2016, aconteceu em meio a duas polêmicas. A primeira foi o tema escolhido, uma vez que a escritora apresenta o conhecido personagem Don Juan como um homossexual que vive um triângulo amoroso com Rei Arthur e sua esposa em uma história inspirada em "Cinquenta Tons de Cinza", ambientada no Rio de Janeiro da atualidade. A segunda, aconteceu no evento de lançamento do livro, em que Ângela aproveitou para defender o marido, Wagner de Moraes, cujo nome esteve envolvido no caso da morte da modelo Raquel Santos, finalista do Musa do Brasil, que morreu após realizar procedimento estético com o cirurgião. "Foi uma tragédia, realmente. A gente não esperava. Acho que a mídia colocou muita coisa que não tem nada a ver, mas vai ser tudo esclarecido", declarou Ângela na ocasião

  • Reprodução/Instagram

    Fase religiosa

    Depois de anos se dedicando ao Carnaval, Ângela resolveu deixar a folia de lado e se converter. Em 29 de janeiro de 2017, ela foi batizada em uma cerimônia em um rio em Tanguá, no Rio de Janeiro. O marido da loira, Wagner de Moraes, recebeu o sacramento na mesma data. "As características do local são muitíssimo parecidas com o local em que Jesus foi batizado por João Batista, lá em Israel, na Galileia, perto do Mar de Tiberíades, na saída do Rio Jordão deste mar. Foi um momento superespecial que não contém explicação, que não seja aquelas contidas no interior das lágrimas que derramei", descreveu em entrevista ao jornal "Extra"

Mais Listas