PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Família circense monta motorhome para rodar América Latina até o México

do UOL

José Antonio Leme

Do UOL, em São Paulo

13/06/2021 04h00

O picadeiro deles é diferente. Ele é móvel. A família andreense Marinho, também conhecida nas redes sociais como Circo do Asfalto, resolveu colocar em funcionamento um sonho antigo: ter seu próprio motorhome.

O projeto mudou de cara algumas vezes por problemas, mas foi realizado em 2020, apesar da pandemia. A família formada por Fran, Douglas e seus filhos Téo e Kinã colocou seu carro na estrada no fim do ano passado.

Segundo Fran, o sonho da família de ter o próprio motorhome era antigo e vinha sendo planejado há anos. "Nós vínhamos guardando dinheiro para comprar uma van zero quilômetro e fazer a transformação em motorhome, era tudo dentro dos planos".

"O sonho era antigo e, quando viajávamos o País para outras apresentações, víamos outras viajantes e famílias circenses que tinham o próprio motorhome. Nós fazíamos as viagens com nosso Fiat Doblò, que era novinho", conta.

O plano inicial foi atrapalhado por um acidente no centro cultural e galpão que a família mantém na Grande São Paulo e serve de base para espetáculos e apresentações. "Precisamos reformar uma parte do telhado que caiu", conta.

Assim, os planos de uma van zero foram substituídos pela compra de uma usada, com a venda do Doblô. A van adquirida era anteriormente do Corpo de Bombeiros e veio com alguns problemas.

Como ela tinha toda uma instalação elétrica diferenciada para os equipamentos, foi preciso alterar tudo novamente e isso gerou alguns problemas já no primeiro "passeio" para levá-la para casa. "Ela apagou algumas vezes".

Para a transformação eles contaram com a ajuda de amigos, familiares e gente que acompanha a trupe. "Nós tivemos amigos que doaram, por exemplo, o projeto elétrico para um motorhome, porque eles estavam produzindo um também. Familiares e pessoas que nos acompanham doaram equipamentos e usamos muita coisa que já tínhamos", afirma.

Entre o primeiro "passeio" com algumas quebras e o motorhome ficar pronto para a primeira viagem foram preciso três meses, diz a família.

Além de contar com ajuda, eles usaram conhecimentos adquiridos por meio de vídeos da internet para construir as partes e fazer a mudança. Douglas, que também é cenografista, usou os conhecimentos na área para fazer boa parte dos trabalhos de montagem e reparo.

Família Circo do Asfalto e seu motorhome - Acervo Pessoal - Acervo Pessoal
Imagem: Acervo Pessoal

A pandemia chegou

Com a chegada da pandemia, os planos pareciam ter que ser adiados novamente, mas nem tanto. Aproveitando a uma janela de redução de infecções e casos da covid-19 no País, eles subiram em direção ao nordeste no final de outubro, passando por Pernambuco, Bahia, Rio Grande do Norte e Paraíba, ficando até abril.

Durante o primeiro período, conseguiram fazer algumas apresentações com distanciamento social. Eles viveram em uma parte desse período com outras duas trupes que têm Kombi adaptadas. Após uma parada em Santo André, a ideia é retomar para a estrada em setembro de 2021.

Família Circo do Asfalto e seu motorhome - Acervo Pessoal - Acervo Pessoal
Imagem: Acervo Pessoal

Experiências positivas e negativas

A família conta que a parte negativa da experiência é que tiveram muitos pequenos problemas com a van por ser um carro já bem rodado. Apesar disso, conseguiram resolver a maioria deles e aprenderam a lidar com os pequenos reparos.

Fran ainda afirma que viajar com duas crianças nem sempre é uma condição fácil. "Tem que ajudar o mais velho a estudar, enquanto o mais novo quer brincar, e eles têm brincadeiras diferentes, tem que buscar o equilíbrio".

Segundo Fran, a parte mais positiva foi conhecer o País todo e apresentar para os filhos pequenos. Apesar do esforço extra que é viajar com crianças, diz que a experiência de mostrar as diferenças do País e ensinar "geografia na prática" valeu a pena.

Família Circo do Asfalto e seu motorhome - Acervo Pessoal - Acervo Pessoal
Imagem: Acervo Pessoal

O sonho final

Por enquanto a família trabalha com uma segunda viagem nacional, que será para o Tocantins, em setembro deste ano.

Depois disso, quando a pandemia passar, a vacinação tiver avançado e as fronteiras abrirem a família quer realizar o sonho inicial, que era fazer toda a América Latina, saindo do Brasil e chegando até o México.

Família Circo do Asfalto e seu motorhome - Acervo Pessoal - Acervo Pessoal
Imagem: Acervo Pessoal

Notícias