PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Tesouro Direto tem investimentos que rendem até 10%! Como aproveitar?

César Esperandio

César Esperandio

César Esperandio é economista com ênfase em planejamento financeiro, com larga experiência no mercado financeiro. Já atuou em setores macroeconômicos de bancos e consultorias, além de ter passado por empresa de pesquisas de mercado. Hoje se dedica exclusivamente ao Econoweek, com foco em investimentos.

do UOL

14/05/2021 04h00

Você já deve ter ouvido gente desinformada dizendo que Tesouro Direto não vale a pena! Mas sabia que há investimentos do Tesouro Direto que podem dar retorno superiores a 10% ao ano?

No Tesouro Direto não há apenas um investimento. Há mais de dez investimentos diferentes disponíveis.

Agora, vou mostrar a você:

  • Como funciona o Tesouro Direto?
  • Quais as diferenças entre os mais de dez tipos de investimentos dentro do Tesouro Direto?
  • Passo a passo para investir na prática (etapa exclusiva no vídeo a seguir com navegação na tela).

O que é o Tesouro Direto?

O Tesouro Direto é uma modalidade de renda fixa com investimentos em títulos públicos.

Traduzindo, como em qualquer investimento de renda fixa você está emprestando dinheiro para outra parte, que se compromete a devolver esse dinheiro em uma data combinada com uma rentabilidade também combinada.

Nesse caso, você está emprestando dinheiro para o Governo do Brasil custear seus gastos com educação, saúde, transporte, moradia, infraestrutura, etc.

O Tesouro Direto é considerado o investimento mais seguro do Brasil. Nunca houve um calote em sua história e a chance de isso acontecer é muito pequena, já que seria precedida de uma sequência de falências de outras empresas brasileiras que antecederiam a do Tesouro.

É considerado mais seguro que a própria Poupança, sendo que o investimento com menor rentabilidade do Tesouro Direto vai render sempre 30% a mais que ela. Mas esse é assunto para outro dia...

Precisa de conta na corretora?

Para investir no Tesouro Direto, é necessário abrir conta em uma corretora de investimentos, e praticamente nenhuma delas cobra nada para abrir, nem para manter a conta aberta, nem há qualquer taxa adicional para esse tipo de investimento.

Dá para investir tanto pela plataforma da sua corretora, buscando por "Tesouro" dentro de "Renda Fixa", ou pelo próprio site ou app do Tesouro Direto.

No vídeo acima mostro a navegação na tela de como investir pela plataforma "direta" do Tesouro Direto.

Tipos de investimentos

Apesar de haver mais de dez títulos diferentes no Tesouro Direto, todos estão enquadrados em três grandes categorias:

  • Tesouro Selic: com investimentos a partir de R$ 100, esse título é do tipo pós-fixado, pois seu rendimento se dá em função da taxa Selic do momento mais um pequeno prêmio adicional. Tem liquidez imediata e por isso é recomendável para sua reserva de emergência.
  • Tesouro Prefixado: com investimentos a partir de R$ 30, esse investimento conta com rentabilidade combinada independente do que ocorrer, mas não serve para sua reserva de emergência, sendo recomendável permanecer até o vencimento, já que pode haver ônus da rentabilidade em resgates antecipados.
  • Tesouro IPCA: com investimentos a partir de R$ 40, esse título tem rentabilidade atrelada à inflação mais um prêmio prefixado e não serve para a reserva de emergência pelo mesmo motivo do Tesouro Prefixado.

Há ainda um subgrupo dos títulos Tesouro IPCA e Tesouro Prefixado que dão a opção de receber a rentabilidade direto na sua conta a cada seis meses, deixando para receber na data do vencimento exatamente o valor investido inicialmente. São os chamados títulos com Cupons Semestrais.

Investindo na prática

Não deixe de verificar o vídeo acima, no qual fizemos um investimento no Tesouro Direto "gravando a tela" para você acompanhar o passo a passo e conseguir fazer seu próprio investimento enquanto nos acompanha por lá.

Atenção!

Como eu disse, cada título do Tesouro Direto serve a um propósito diferente e estou pensando em fazer um vídeo dizendo o que é melhor: Tesouro IPCA ou Tesouro Prefixado. O que você acha?

Por isso, siga o Econoweek nas nossas redes sociais (Instagram ou YouTube) para acompanhar muito mais dicas de investimentos e finanças.

No vídeo abaixo explico o passo a passo de como ganhar dinheiro com ações.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Notícias