PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

México apresentará queixa se EUA financiarem ONG 'opositora e golpista'

Presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador prometeu investigar denúncia -
Presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador prometeu investigar denúncia

07/05/2021 01h57

O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, anunciou que apresentará uma queixa aos Estados Unidos caso verifique que o país vizinho financia a organização MCCI (Mexicanos Contra a Corrupção e a Impunidade), qualificada por ele como "opositora e golpista".

"Apresentaríamos uma queixa ao governo americano porque é ingerência, é intervencionismo. Se eles estiverem financiando estas organizações, vamos fazer isso, sim", declarou o mandatário em entrevista coletiva nesta manhã.

López Obrador se referiu a uma reportagem da revista "Contralínea", que documentou que a USAID (Agência dos EUA para o Desenvolvimento Internacional) foi a principal doadora, com 25,7 milhões de pesos (quase US$ 1,28 milhões), da MCCI entre 2018 e 2020.

O fundador da MCCI, que investiga casos de corrupção, é o empresário Claudio X. González, que promoveu a criação do movimento Sim pelo México, que reune organizações e partidos que se opõem a López Obrador.

"Eu me importo muito com a ingerência dos EUA. Se for verdade, não tenho dúvidas sobre a atitude opositora e golpista de Claudio X. González e outros, sempre impediram o avanço", declarou o presidente ao ser questionado pela revista "Contralínea".

Em declarações à "Rádio Fórmula", María Amparo Casar, presidente da MCCI, comentou que a USAID financia a organização, mas também, "paradoxalmente", o próprio governo mexicano.

"Isto não tem nada de ilegal, nem estranho, e denota um profundo desconhecimento de como funciona o sistema de cooperação internacional", disse Casar, que avaliou positivamente o trabalho das agências de cooperação e desenvolvimento, como a mexicana Amexcid.

Antecedentes

Esta não é a primeira vez que o governo de López Obrador denuncia organizações civis críticas ao governo por receberem dinheiro do exterior.

Em agosto de 2020, o mandatário divulgou uma lista com nove organizações que criticaram o projeto do Trem Maia, no sudeste do México, e que receberam cerca de US$ 14 milhões de cinco fundações americanas desde 2006.

Em março, López Obrador questionou a Artigo 19, que promove a liberdade de imprensa e expressão, por receber recursos de países como EUA e Reino Unido, uma prática comum na cooperação internacional para o desenvolvimento.

Se os EUA intervêm e deram o dinheiro na embaixada, vamos apresentar uma queixa hoje mesmo, pois isso não deve ocorrer", argumentou o presidente.

Momentos antes, na mesma entrevista coletiva, López Obrador chegou a dizer que "há uma relação muito boa com o governo dos Estados Unidos".

Notícias