PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Covid: com média de 995 mortes/dia na semana, Brasil chega a 94.702 óbitos

Brasil se aproxima dos 2,8 milhões de casos da covid-19 desde o início da pandemia - BRUNO KELLY/REUTERS
Brasil se aproxima dos 2,8 milhões de casos da covid-19 desde o início da pandemia Imagem: BRUNO KELLY/REUTERS
do UOL

Do UOL, em São Paulo

03/08/2020 19h06Atualizada em 03/08/2020 21h19

O Brasil registrou nas últimas 24 horas mais 572 mortes em decorrência da covid-19, apontou levantamento do consórcio de veículos de imprensa do qual o UOL faz parte. Com isso, o país tem agora uma média móvel de 995 óbitos por dia na última semana. O total de vítimas do novo coronavírus chegou a 94.702.

O consórcio de imprensa passou recentemente a divulgar a média móvel, observada com base nos números de mortes dos últimos sete dias. Essa operação é a mais adequada para acompanhar a tendência das estatísticas, por equilibrar as variações abruptas dos números ao longo da semana.

Com base no levantamento do consórcio, Norte (-43%) foi a única a registrar queda neste período. Centro-Oeste (+3%), Nordeste (-15%) e Sudeste (-3%) tiveram estabilidade e o Sul, com alta nos três estados, viu os números subirem 35%.

Já o número de estados em aceleração caiu para seis enquanto os que mostram queda são nove. Veja as oscilações:

  • Aceleração: AC, MS, PR, RS, SC e TO
  • Estabilidade: BA, DF, GO, MG, MT, RJ, PI, RN, RO, RR, SE e SP
  • Queda: AL, AM, AP, CE, ES, MA, PA, PB e PE

O grupo de veículos também contabilizou nos dados das secretarias estaduais a inclusão de 18.043 novos casos confirmados da doença de ontem para hoje. O número de infectados no Brasil desde o começo da pandemia agora é de 2.751.665.

Até o fechamento do balanço do consórcio de imprensa, às 20h (horário de Brasília), não foi divulgado o balanço diário de casos no Piauí.

Balanço do governo apontou 561 novas mortes

O Ministério da Saúde divulgou hoje a inclusão, nas últimas 24 horas, de 561 novos registros de mortes provocadas pela covid-19. Com isso, o total de vítimas da infecção causada pelo novo coronavírus também se aproximou de 95 mil, chegando a 94.665 óbitos.

De acordo com o governo federal, também entraram nas contas de ontem para hoje 16.641 novos diagnósticos da doença. O Brasil tem agora um total de 2.750.318 infectados desde o início da pandemia.

Os dados do ministério indicaram ainda que o país tem hoje 743.334 pacientes em acompanhamento. Outros 1.912.319 casos são atualmente considerados como recuperados.

SP teve queda em mortes e internações na última semana

O estado de São Paulo registrou queda nos números de internações e óbitos provocados pelo novo coronavírus na última semana. A informação foi anunciada hoje pelo governador João Doria (PSDB) em entrevista coletiva.

Na semana entre 26 de julho e 1º de agosto, foram 12.551 internações nas cidades paulistas, ante 12.874 internações entre 19 e 25 de julho. Ao todo, 323 pessoas internadas a menos, ou 2,5% de redução. O governo paulista já havia registrado quedas no balanço apresentado na última semana.

São Paulo teve 1.719 mortes entre 26 de julho e 1º de agosto, ante 1.870 do período entre 19 e 25 de julho. A queda foi de 8%, ou 151 óbitos a menos.

Veículos se unem em prol da informação

Em resposta à decisão do governo Jair Bolsonaro (sem partido) de restringir o acesso a dados sobre a pandemia de covid-19, os veículos de comunicação UOL, O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo, O Globo, G1 e Extra formaram um consórcio para trabalhar de forma colaborativa e assim buscar as informações necessárias diretamente nas secretarias estaduais de Saúde das 27 unidades da Federação.

O governo federal, por meio do Ministério da Saúde, deveria ser a fonte natural desses números, mas atitudes recentes de autoridades e do próprio presidente colocam em dúvida a disponibilidade dos dados e sua precisão.

Notícias